Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Cerveja é Cultura

Pesquisadora cria cerveja de kefir com efeitos probióticos

Pesquisas de doutorado da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG) confirmaram que benefícios do kefir foram repassados à cerveja que será produzida por cervejaria do Sul de Minas

09/01/18 - 19h50

RENATA ABRITTA 

Há mais de 10.000 anos a cerveja é apreciada pela humanidade e apresenta propriedades benéficas aos seres humanos, contribuindo para a melhora da qualidade de vida. Nas civilizações antigas, inclusive, ela foi usada como alimento e para hidratação.

Com o desenvolvimento das pesquisas, percebemos hoje que é possível fazer cervejas cada vez mais saudáveis. A beersomellier e cervejeira Kamila Leite Rodrigues, da cervejaria Senhorita, que o diga. Ela acaba de concluir a tese de doutorado dela na Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG) provando que a cerveja produzida a partir de "grãos" de Kefir faz bem à saúde.

“A ideia de fazer uma cerveja de kefir surgiu a partir dos conhecimentos de que o kefir produz uma bebida fermentada usando-se como nutriente-base o leite, o açúcar mascavo ou frutas. Além disso, ele é composto por diversas bactérias e leveduras, dentre essas a saccharomyces cerevisiae - levedura utilizada na produção da cerveja. Então, a primeira ideia foi testar a fermentação do kefir no mosto cervejeiro e observar as propriedades de atenuação, floculação e os compostos aromáticos formados a partir desta fermentação”, explica a pesquisadora.

O kefir é considerado um alimento probiótico e funcional e possui características anti-inflamatórias e antiulcerogênicas. Durante as pesquisas do doutorado, kamila buscou fazer uma cerveja que mantivesse essas características probióticas e as expectativas foram consumadas.

“Nossos testes mostraram que as propriedades protetoras contra a formação de úlceras e a inibição de inflamação foram mantidas na cerveja de kefir assim como nós observamos na bebida fermentada com açúcar mascavo”, conta a cervejeira.

E assim nasceu a cerveja Simbiose, que já foi aprovada pelo Ministério da Agricultura e vai ser produzida pela cervejaria Senhorita, localizada em Paraguaçu, na região Sul de Minas Gerais.

A cerveja de kefir foi categorizada como uma Specialty Beer. Ela possui notas levemente ácidas, frutadas e rústicas. O teor alcoólico é bem baixinho, de 3,5%, e o IBU é 10, ou seja, amargor bastante suave, menor que o das cervejas comerciais chamadas de pilsen.

Em breve a novidade estará disponível pra gente experimentar. Para saber mais acompanhe nosso blog, siga nossas redes sociais e envie sua sugestão para cervejaecultura@supernoticiafm.com.br. Curta a página no Facebook e siga o cervejaecultura917 no Instagram.

O Cerveja é Cultura vai ao ar na Rádio Super Notícia 91,7 FM às terças e quintas-feiras, às 12h30 e às 21h, e no sábado às 12h30 você confere a nossa agenda cervejeira com as atrações cervejeiras do fim de semana!Foto : Wikimedia Commons / Divulgacao

 

Rótulo provisório da Simbiose, cerveja de Kefir.

A pesquisadora, cervejeira e beer sommelier kamila Leite Rodrigues

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter