Recuperar Senha
Fechar
Entrar
Praia Clube volta a esconder informações sobre lesão de atletas d...

Desnecessário

Praia Clube volta a esconder informações sobre lesão de atletas do elenco

Incômodo de oposta, antes garantido, se transforma em lesão, evidenciando postura precipitada da diretoria

11/10/17 - 16h51


Jogadora terá que aguardar por um período maior antes de fazer sua estreia pelo novo clube (crédito: Divulgação - Praia Clube)

O Praia Clube parece não ter aprendido com os erros recentes. Na reta final da última temporada, uma lesão da central Fabiana foi desmentida pelo clube por vários dias até a situação se tornar insustentável. Depois da última rodada da fase de classificação, Fabiana deixou a quadra chorando com dores na sola do pé.

A fascite plantar fez com que Fabiana se tornasse desfalque para a maior parte dos play-offs, momento mais decisivo do campeonato. A direção do clube, no entanto, garantiu que o quadro não era preocupante e que ela estaria em quadra nas quartas de final. O que se temia, foi confirmado. Fabiana não jogou as quartas e só entrou em quadra no último jogo da semifinal, quando o Praia foi eliminado, sentindo falta de sua capitã. O incidente me fez escrever aqui no Esportivamente.

Não seria mais fácil o clube abrir o jogo? Ou informar que não se tinha uma informação precisa? Pior do que bancar, foi mentir. O tiro no pé foi inevitável dias depois quando ficou claro que a situação não era tranquila como o clube desejava. 

Há poucos dias, situação similar acontece. A lesão na panturrilha da oposta norte-americana Nicole Fawcett vai além do 'incômodo' que a diretoria fez questão de garantir. A ausência da jogadora das últimas rodadas do Mineiro não aconteceu em vão. Além de pequenas dores, a jogadora está em tratamento intensivo na fisioterapia, fazendo o técnico Paulo Coco ser pessimista em relação a sua presença na estreia da Superliga, contra o Valinhos, na próxima terça-feira. Segundo o globoesporte.com, o clube não quis, informar, se a lesão seria na panturrilha direita ou esquerda, algo sem relevância alguma e que só mostra a conduta precipitada na condução do assunto.

O episódio similar faz lembrar a atitude recente e desnecessária da direção, que só trouxe arranhões para imagem do clube quando o assunto é a condição física das suas atletas. A perda de credibilidade foi apenas um dos pontos perdidos. Como vamos acreditar no que for passado quando novas lesões apareceram? 

Queria entender o motivo de esconder uma situação que virá à tona mais cedo ou mais tarde. Não que seja obrigação do clube passar a informação precisa. Pode-se fazer como os clubes de futebol e não comentar sobre a expectativa de recuperação. Sou contra esse tipo de postura, mas ela é menos prejudicial do que seguidas derrapadas sobre assuntos de interesse dos torcedores. Um dia, talvez, o Praia aprenda a ter uma postura mais profissional. 

 

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter