Recuperar Senha
Fechar
Entrar

paralisação

Servidores do INSS decidem manter a greve em São Paulo

Uma nova assembleia foi marcada para a tarde da próxima sexta-feira (7); Servidores estão em greve desde o dia 7 de julho e reivindicam reajuste de 27,6%

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 31/07/15 - 20h42

Sem nova proposta do governo federal, os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em São Paulo, decidiram, na tarde desta sexta-feira (31), permanecer em greve. A assembleia foi realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência no Estado de São Paulo (Sinsprev). Os servidores estão em greve desde o dia 7 de julho e reivindicam reajuste de 27,6%.

“Decidimos pela continuidade do movimento, porque não houve nenhuma nova proposta para discutir. O governo ficou de formalizar uma proposta desta quinta-feira (30), mas não formalizou”, disse Thiago Alves Dias, diretor de imprensa do Sinsprev, em entrevista à Agência Brasil.

Uma nova assembleia foi marcada para a tarde da próxima sexta-feira (7). Também está programada uma manifestação na quinta-feira (6) em frente a sede da superintendência do INSS em São Paulo, no Viaduto Santa Ifigênia, centro da capital. O horário ainda será definido

O que achou deste artigo?
Fechar

paralisação

Servidores do INSS decidem manter a greve em São Paulo
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter