Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Dívidas atrasadas

Renegociação é pela internet

Empresas e entidades viabilizam acordo entre consumidor e credor por meio de sites

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
af
Comodidade. Na página disponibilizada pelo Feirão da Serasa Experian, é possível acerto com mais de 1.500 empresas de todo o país

Veja Também

PUBLICADO EM 13/11/17 - 03h00

Os números não mentem. Segundo dados da consultoria Serasa Experian, o total de consumidores inadimplentes no país chegou a 60,5 milhões em setembro deste ano, aumento de 1,51% ante o mesmo mês de 2016, quando os devedores somavam 59,6 milhões.

Na tentativa de mudar esse cenário, principalmente tendo em vista a proximidade do Natal, bureaus de recuperação de crédito e entidades do varejo disponibilizam ferramentas que permitam aos devedores renegociarem pela internet suas dívidas com grandes, médias e pequenas empresas, de diversos segmentos da economia, como bancos, empresas telefônicas, lojas e escolas, entre outros, com descontos que podem chegar a 90%.

Após anos mantendo canais frequentes de renegociação de débitos, a Serasa Experian, por exemplo, lançou neste ano uma nova edição do Feirão Limpa Nome, que conta com a participação de mais de 1.500 empresas e termina no próximo dia 30.

“A negociação das dívidas em aberto pode ser feita por computador, tablet ou celular, com toda a segurança, em um site interativo, especialmente desenvolvido para essa edição”, explica o diretor de estratégia da empresa, Raphael Salmi.

Para participar, explica ele, basta acessar o site www.feiraolimpanome.com.br. Ao se cadastrar, com o número de seu CPF, o consumidor será direcionado a uma página na qual estarão listadas as dívidas que constam na base de dados da Serasa e que podem ser negociadas com as empresas participantes.

Outros canais. Também são apresentados canais de atendimento (telefones, e-mail, chat) disponibilizados por cada credor. Além disso, em alguns casos, são mostradas ofertas preestabelecidas por meio de boleto bancário ou disponibilizados simuladores, onde é possível escolher a melhor condição de pagamento e gerar o boleto de forma online.

“O site é desenvolvido em ambiente protegido, o que garante a proteção dos dados do consumidor. Assim, quem não tiver internet em casa, pode usar qualquer computador, celular ou tablet para negociar”, garante Salmi.

A adesão, segundo ele, tem sido grande. “Apenas nos dois primeiros dias tivemos 3,9 milhões de acessos, um recorde”, afirma o diretor, lembrando que a Serasa faz apenas a intermediação entre devedor e credor.

Planejamento

Dica. O consumidor precisa fazer um bom planejamento antes de renegociar uma dívida, colocando na ponta do lápis todas as despesas fixas e as dívidas já assumidas ou previstas. 

 

Facilidade também na capital

Outra ferramenta que permite a renegociação de dívidas é o site www.meuacerto.com.br, fruto da parceria entre a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e a startup Acerto. Para utilizar o serviço, basta acessar a página e informar o CPF. A partir daí, é possível visualizar as dívidas registradas no sistema e que estão disponíveis para negociação.

O próximo passo é escolher o débito que vai quitar e realizar uma proposta, sendo possível selecionar se o pagamento será à vista ou parcelado, com ou sem entrada. É permitido ainda verificar a possibilidade de descontos nos juros, nas multas e no valor final da dívida.

“Com a plataforma, o acordo se dá de forma rápida, em menos de cinco minutos. O cliente escolhe como vai pagar e ainda pode obter descontos. Todo o processo é feito sem burocracia e de forma confidencial e amigável”, explica Pedro Lima, fundador da startup.

Segundo Lima, 3.000 inadimplentes já se cadastraram. Entre eles a babá Rosely Gomes de Freitas, 40, que tinha, há mais de cinco anos, um débito de R$ 170 em uma loja de calçados.

“Entrei no site, fiz meu cadastro e negociei. A dívida passou para R$ 60, parcelados em dez vezes. Mas fiquei com vergonha de pagar uma prestação tão pequena e quitei tudo de uma vez só. Foi ótimo”, comemora ela.

Detalhes

Quando - O processo pode ser feito a qualquer momento, 24 horas por dia, sete dias por semana.

Grátis - O serviço é totalmente gratuito para os consumidores e já está disponível para ser utilizado desde abril de 2017.

Montante - Já existem hoje, aproximadamente, R$ 400 milhões em recebíveis cadastrados na plataforma na CDL/BH.

Cadastro - A Acerto concilia o pagamento e promove a retirada do nome do consumidor do cadastro de inadimplentes.

O que achou deste artigo?
Fechar

Dívidas atrasadas

Renegociação é pela internet
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter