Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Minas

Vale amplia demissões de funcionários em Itabira 

Sindicato diz que nesta terça foram feitos mais 15 desligamentos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Mineradora de ferro Vale em Itabira MG,  demite  600 empregados
Cortes. Em Itabira, cerca de 2.300 funcionários já foram demitidos
PUBLICADO EM 13/05/15 - 03h00

Desde janeiro de 2015, a Vale demitiu cerca de 200 funcionários diretos, segundo o presidente do Sindicato Metabase de Itabira e Região, Paulo Soares. Nesta terça, de acordo com o sindicalista, foram mais 15 baixas. “Estamos negociando uma reunião com o Ministério Público do Trabalho (MPT) para que haja uma intervenção e a Vale apresente as justificativas para essas demissões”, afirma Soares. Nesta quinta, os trabalhadores preparam um protesto em Itabira, contra as demissões.

O presidente do sindicato afirma ainda que, como a cidade de Itabira, na região Central de Minas, é muito dependente da mineração, os cortes da Vale já geraram várias outras demissões. “Ao todo, cerca de 2.300 funcionários foram mandados embora neste ano”, destaca.

Os cortes acontecem 12 dias após a mineradora Vale divulgar prejuízo de R$ 9,5 bilhões no primeiro trimestre e anunciar que minas menos produtivas podem ser paralisadas.

A empresa, por meio de nota, explica a Vale está concluindo a implantação dos projetos Conceição Itabiritos II e Cauê Itabiritos – orçados em US$ 2,6 bilhões – cujas obras estão dentro do cronograma estabelecido.

“A redução do ritmo das obras, já em fase final, está ocasionando a desmobilização de equipes das empreiteiras contratadas, processo natural, previsto desde a contratação dessas empresas, que está resultando em desligamentos de terceirizados na região”, justifica.

A Vale explica ainda que mantém uma taxa de rotatividade bem abaixo da média da indústria brasileira de mineração e siderurgia, que é de 15%. E afirma que, para se adaptar ao atual cenário da mineração, tem focado suas atenções na alocação de recursos, na otimização e simplificação de processos, para elevar a produtividade.

Negativa

Risco. A agência de classificação de risco Moody’s mudou nesta terça a perspectiva do rating da Vale de estável para negativa. Rating é a capacidade de saldar compromissos financeiros.

O que achou deste artigo?
Fechar

Minas

Vale amplia demissões de funcionários em Itabira 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter