Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Tensão

Rússia e Irã dizem que ataque com mísseis na Síria foi ilegal

Irã e a Rússia são aliados cruciais do presidente sírio, Bashar al-Assad

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Putin
Putin disse que esse tipo de ação viola carta da Organização das Nações Unidas (Onu)
PUBLICADO EM 15/04/18 - 13h04

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o do Irã, Hassan Rouhani, tiveram uma conversa por telefone para discutir as condições na Síria, após o ataque com mísseis realizado por Reino Unido, Estados Unidos e França. Os líderes "concordaram que esta ação ilegal afeta negativamente as perspectivas de um acordo político na Síria", de acordo com um comunicado divulgado neste domingo pelo Kremlin.

Putin ressaltou que ações do tipo violam a Carta da Organização das Nações Unidas (Onu) e "isso inevitavelmente gera caos nas relações internacionais", segundo a nota. A agência estatal IRNA citou Rouhani: "Os EUA e alguns países do Ocidente não querem que a Síria atinja a estabilidade permanente."

Rouhani afirmou que tanto o Irã quanto a Rússia não deveriam permitir "o fogo de uma nova tensão" na região, acrescentando que os ataques aéreos na Síria foram uma "invasão", voltada a "fortalecer terroristas derrotados".

O Irã e a Rússia são aliados cruciais do presidente sírio, Bashar al-Assad, cujas forças foram acusadas de lançar um suposto ataque com armas químicas perto de Damasco, há uma semana, que levou ao ataque com mísseis de Reino Unido, EUA e França, no sábado (noite de sexta-feira, no horário de Brasília).

O que achou deste artigo?
Fechar

Tensão

Rússia e Irã dizem que ataque com mísseis na Síria foi ilegal
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (6)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter