Recuperar Senha
Fechar
Entrar

reivindicação

Trabalhadores argentinos fazem greve em Buenos Aires

Membros da União Central dos Trabalhadores bloqueiam as principais vias da capital em um protesto por aumento dos salários

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 27/08/14 - 15h20

Um dos sindicatos mais radicais da Argentina deu início a uma greve de 36 horas nesta quarta-feira (27), em Buenos Aires. Membros da União Central dos Trabalhadores bloqueiam as principais vias da capital em um protesto por aumento dos salários e contra os impostos e o custo de vida elevado no país.

A maioria dos serviços públicos em Buenos Aires foi fechada como resultado da greve e hospitais operavam com o mínimo de funcionários possível. Motoristas de caminhão devem se unir ao movimento na quinta-feira e levar a uma paralisação geral no comércio. O protesto se concentra na capital e nas cidades próximas.

A União Central dos Trabalhadores abriga vários sindicatos de setores públicos e organizações de esquerda. O protesto ocorre em meio ao sentimento de raiva da população argentina contra a inflação e o custo de vida no país.

Agência Estado

O que achou deste artigo?
Fechar

reivindicação

Trabalhadores argentinos fazem greve em Buenos Aires
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter