Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Acidente

Ônibus tomba, mata um e fere 18 na Fernão Dias

Acidente foi a 2 km do local onde, há 10 dias, caminhão com bóias-frias capotou

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
Motorista disse ter passado mal e que não corria no momento
Acidente foi a 2 km do local onde, há 10 dias, caminhão com bóias-frias capotou
PUBLICADO EM 28/08/08 - 20h52

Eugênio Martins Uma pessoa morreu e 18 ficaram feridas em um acidente com um ônibus da Gontijo, na BR-381, em Santo Antônio do Amparo, no Centro-Oeste de Minas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, por volta das 2h de ontem, o motorista do veículo, que havia saído de Belo Horizonte às 23h30 de anteontem com destino a São Paulo, perdeu o controle da direção no KM 649, saiu da pista, atravessou a rodovia e tombou no sentido contrário. O acidente aconteceu a 2 km do local onde um caminhão que transportava bóias-frias tombou e matou 14 pessoas há dez dias. Um dos passageiros do ônibus, José Marcos Araújo, 26, sofreu traumatismo craniano grave. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Três pessoas foram socorridas e encaminhados ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS), em Belo Horizonte, entre elas Isabelly do Nascimento, 4. Família. A menina estava com a mãe, Isabel Camargos, que a levava para ver o pai em São Paulo.

Isabel teve ferimentos na perna e foi atendida no hospital de Santo Antônio do Amparo. A dona de casa Maria Rigo, 58, mãe de Isabel, saiu da capital e foi até o local do acidente na tentativa de amparar filha e neta. "A frente do ônibus estava toda destruída e por pouco ele não caiu em um barranco que tinha ao da pista", disse. Outro ferido que foi transferido para Belo Horizonte, Delmir Magela da Silva Júnior, 25, contou aos policiais de plantão no hospital que estava dormindo no momento do acidente e que acordou com o rosto no asfalto. Em um reflexo, ele colocou os braços para se proteger e teve os membros dilacerados, além de trauma do tórax e na face. Júnior havia feito um transplante de córneas há um ano e passado por outra cirurgia nas vistas há um mês. Ele iria para São Paulo justamente para passar por uma reavaliação médica.

Segundo o Hospital João XXIII, até a tarde de ontem o estado de saúde deles era estável e não corriam risco de morte. De acordo com o hospital de Santo Antônio do Amparo, dos 15 feridos atendidos na instituição, 11 apresentavam ferimentos leves e receberam alta ainda ontem. Outros quatro foram transferidos para o hospital Socor, na capital, e também não corriam risco de morte. Gontijo. Segundo a Gontijo, o motorista afirmou que teve um mal súbito ao volante e que não estava em alta velocidade. O laudo sobre as causas do acidente fica pronto em 30 dias.

Motorista de caminhão era cauteloso, diz testemunha

Cinco sobreviventes do acidente que matou 14 trabalhadores rurais na BR-381, em Santo Antônio do Amparo, no Centro Oeste do Estado, no último dia 19, foram ouvidos ontem. Segundo o delegado que acompanha o caso, Ailton Pereira, todas as pessoas ouvidas afirmaram que o motorista do caminhão era cauteloso, não estava dirigindo em alta velocidade e, além disso, não ingeria bebida alcoólica há mais de 16 anos. Uma das testemunhas, que estava sentada próxima à cabine do motorista, disse ainda ter escutado um barulho, semelhante ao de estouro da mangueira de ar, quando o motorista pisou no freio. A previsão é de que o laudo pericial seja concluído na próxima semana. (Fernanda Penna)

O que achou deste artigo?
Fechar

Acidente

Ônibus tomba, mata um e fere 18 na Fernão Dias
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter