Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Doce com droga

Alunos são internados após comerem brigadeiro supostamente de maconha

A PM apura quem deixou os doces na escola para as adolescentes

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Estudantes passam mal após comerem brigadeiro de maconha
Estudantes passam mal após comerem brigadeiro de maconha
PUBLICADO EM 14/11/17 - 14h38

Três adolescentes passaram mal na manhã desta terça-feira (14) depois de comerem brigadeiro supostamente misturado com maconha, na Escola Estadual Assis Chateaubriand, na região Leste da capital mineira.

Conforme o cabo Berg Diniz, da patrulha escolar, testemunhas contaram que um motoqueiro entregou o doce na instituição de ensino. “Os exames comprovaram que o doce era feito de maconha. Cinco jovens degustaram o doce”, contou.

O doce foi entregue para uma funcionária da escola para ser entregue a uma adolescente de 16 anos. Após receber a encomenda, ela teria dado a outros quatro colegas. Além dela, duas meninas passaram mal. Já os dois garotos não tiveram nenhum tipo de problema.

A tia de uma das adolescentes que passou mal, Thais Paula Nonato Leonarda, de 22 anos, contou que a sobrinha de 17 anos teve reações ao doce. “Ela começou a vomitar, e não era brigadeiro. Era um líquido branco. Minha irmã a trouxe para a UPA. Ela estava mole, o coração acelerou”, contou. As duas garotas contaram para os parentes que não sabiam que havia maconha no brigadeiro.

A adolescente de 16 anos, que recebeu a encomenda, foi medicada. Ela será ouvida pela Polícia Militar. Parentes dela não foram encontrados na UPA para prestar declarações.

O que achou deste artigo?
Fechar

Doce com droga

Alunos são internados após comerem brigadeiro supostamente de maconha
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (6)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter