Recuperar Senha
Fechar
Entrar

NO LINDEIA

Durante depoimento em BH, militares suspeitos de matar jovem na véspera de Natal negam envolvimento no crime

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 10/01/12 - 17h02

Os dois policiais militares acusados de executar um jovem no bairro Lindeia, na região do Barreiro, em Belo Horizonte, prestaram depoimento sobre o crime nesta terça-feira (10),  na capital mineira. De acordo com a Polícia Civil, um dos militares foi ouvido na parte da manhã e outro nesta tarde (10). A dupla negou participação no homicídio.

Os policiais estão presos desde a última sexta-feira (6). Um deles está recolhido no 34º batalhão, no bairro Caiçara, região Noroeste da capital; e outro no 41º batalhão, na região do Barreiro.

De acordo com o delegado Hugo Arruda, responsável pelo inquérito, na próxima semana, provavelmente na segunda-feira (16), os suspeitos participarão de uma reconstituição do crime.


Relembre o caso
No dia 24 de dezembro, véspera de Natal, o jovem, ajudante de transportes de cargas, foi assassinado a tiros em casa. Parentes afirmam que a morte foi motivada por uma desavença com um dos policiais suspeitos. Já a PM, alega que os militares agiram em legítima defesa.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Polícia Militar, a esposa do jovem prestou depoimento e confirmou que no dia do ocorrido o marido a fez de refém. Ele teria usado a mulher e o filho de 9 meses como escudo contra os PMs.

O caso é investigado.

Matéria atualizada às 19h40

O que achou deste artigo?
Fechar

NO LINDEIA

Durante depoimento em BH, militares suspeitos de matar jovem na véspera de Natal negam envolvimento no crime
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter