Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Rejeição

Estado divulga tabela de remuneração dos professores

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
Em 2011, categoria fez greve de 112 dias, com muitas manifestações
PUBLICADO EM 26/01/12 - 22h57

Os professores da rede estadual de ensino começaram ontem a consultar no site da Educação (portaldoservidor.mg.gov.br) qual será a nova remuneração deles, estabelecida por meio do subsídio. O modelo incorporou os benefícios da categoria ao salário, aprovado em novembro do ano passado. Mesmo que esteja disponibilizado, o Estado informou que todos os servidores vão receber uma carta com os valores a serem recebidos até 2015.


A professora de biologia Idalina Franco de Oliveira recebia R$ 1.537, foi reposicionada em uma nova tabela salarial e vai passar a receber R$ 1.558 neste ano, um aumento de R$ 21. Em 2015, data que o governo fixou para regularizar a situação de todos os professores, Idalina estará recebendo R$ 2.362. A diferença de R$ 804 será parcelada nos próximos quatro anos.


"O governo congelou o nosso salário. Se eu fosse receber o piso salarial nacional de R$ 1.187, mais os benefícios que adquiri na minha carreira, neste ano eu deveria ganhar pelo menos R$ 2.300".


O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) elaborou uma tabela com os valores relativos à aplicação do piso nacional na carreira antiga (com piso mais benefícios) para comparar com o subsídio. "Queremos mostrar que o governo está congelando o salário, não há nenhuma vantagem", disse a coordenadora do Sind-UTE, Beatriz Cerqueira.


A professora de português Débora Martins, 35, já decidiu procurar outro emprego. "Em 2015, vou receber R$ 1.420, R$ 395 a mais do que ganho hoje. Tenho mestrado e adoro minha profissão, mas parece que o Estado não quer professores qualificados", afirmou.


De acordo com o governo, o modelo unificado assegura aos professores remunerações acima do piso nacional. O pagamento mínimo a partir de fevereiro será de R$ 1.122, para professores de nível médio com jornada de 24 horas semanais. O piso nacional proporcional à carga horária mineira é de R$ 712. Para o Estado, houve grande avanço na remuneração da categoria.

O que achou deste artigo?
Fechar

Rejeição

Estado divulga tabela de remuneração dos professores
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter