Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Carnaval 2018

Fim do desfile do bloco Filhos de Tcha Tcha tem confronto com PM

Houve uso de bomba de gás, tiros de borracha e spray de pimenta nos foliões

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Cidades -Belo Horizonte MG - Bloco Filhos de Tcha Tcha   FOTO: JOAO GODINHO  / O TEMPO 116.2.2015
Fim do desfile do bloco Filhos de Tcha Tcha tem confronto com PM
PUBLICADO EM 13/02/18 - 11h32

O Bloco Filhos de Tcha Tcha vivenciou uma confusão com a Polícia Militar, nesta segunda-feira (12), no fim do desfile do bloco pelas ocupações no Barreiro. Pelo Facebook, os organizadores do bloco contaram que a polícia usou bomba de gás, tiros de borracha e spray de pimenta nos foliões. Uma mulher  moradora da ocupação acabou presa por desacato. Um outro homem também foi preso. 

De acordo com o relato do bloco, o desfile seguiu tranquilo pelas ocupações Eliana Silva, Irmã Dorothy, Camilo Torres e Paulo Freire por 10 horas.  “Aparentemente, essa situação desesperou o comando da PMMG, que resolveu, já no final da festa, barbarizar e massacrar os foliões, sem nenhuma justificativa ou tentativa prévia de diálogo. A força desproporcional incluiu, contra pessoas indefesas que apenas celebravam, tiros de balas de borracha, pancadas de cassetetes, jatos de spray de pimenta, muitas bombas de efeito moral e até  prisão de pessoas inocentes”, reclamou o bloco em sua rede social.

Já a Polícia Militar disse que a confusão começou no fim do bloco, quando algumas pessoas das ocupações mantiveram o som alto mesmo após a dispersão dos foliões. “Ontem teve um evento carnavalesco lá e transcorreu tudo bem, sem nenhum problema até o fim dele. Porém depois que o evento já tinha terminado, mais de uma hora depois, continuou o som em determinado local e pessoas pediram que ele fosse desligado. Uma das pessoas envolvidas pediu que continuasse o barulho e diante da negativa dos policiais, ela pronunciou palavras e ameaças contra os policiais. Ela estava inclusive com um martelo na mão, precisou ser presa. Outras pessoas que viram a situação foram para cima agredir os policiais com pedras e machucaram dois policiais e danificaram viaturas”, contou o Tenente Coronel Silvio Mendes, comandante do 41ºBatalhão da Polícia Militar.

Segundo ele, a polícia precisou usar spray de pimenta, bombas de gás e tiros de borracha para conter a confusão. Ainda de acordo com ele, a mulher que agrediu os policiais e um homem que teria quebrado viaturas foram presos.O coronel contou ainda que a confusão começou por volta de 21h. Os foliões feridos e os policiais precisaram de atendimento médico, mas não há gravidade nos ferimentos. 

Já os membros do bloco dão outra versão para o ocorrido. “Quando eu cheguei na rua a polícia já estava atirando e jogando bomba em quem estava indo embora. Fui perguntar o que estava acontecendo e o policial já começou a me agredir”, rebateu Rafael Barros. Pelo Facebook o bloco reafirma a versão.  “Na reta da tropa enraivecida, crianças, mulheres, pessoas de todas as idades cujo sua única transgressão era celebrar um Carnaval junto às ocupações urbanas que são símbolo de luta por uma sociedade mais justa”, complementou.  Ainda segundo os organizadores dos blocos, várias pessoas ficaram feridas e foram para hospitais da cidade. 

O bloco também escreveu sobre a prisão. “Além disso, a companheira Indianara, moradora da Ocupação Eliana Silva, militante do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) e funcionária da Gabinetona (vereadoras Cida Falabela e Aurea Carolina) está presa na Central de Flagrantes do Barreiro sob acusação de desacato.”, escreveram. A vereadora Áurea Carolina postou também em seu facebook que a moradora presa foi solta horas após a prisão e já está em casa.

O bloco vai procurar o Ministério Público e fazer uma denúncia coletiva sobre o caso. A denúncia também será feita em comissões da Câmara de Vereadores e na Assembleia Legislativa.

O que achou deste artigo?
Fechar

Carnaval 2018

Fim do desfile do bloco Filhos de Tcha Tcha tem confronto com PM
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (7)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter