Recuperar Senha
Fechar
Entrar

GOVERNADOR VALADARES

Homem é preso acusado de estuprar a filha

Abuso acontecia há seis anos dentro da casa da família

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 14/05/13 - 17h19

Um aposentado, acusado de estuprar a filha dos 8 aos 14 anos de idade, foi preso nesta terça-feira (14) em Governador Valadares, na região do Vale do Rio Doce. A prisão preventiva aconteceu após a irmã da vítima, 21, denunciar o caso ao conselho tutelar da cidade.

De acordo com informações da delegada Lilian Fernandes de Cares,  o homem, que teria um comportamento agressivo e ameaçador, aproveitava quando todos da casa estavam dormindo para ir até o quarto da adolescente. “Os outros irmãos, dois meninos de 7 e 17 anos, chegaram a presenciar a situação e, com medo que algo pudesse acontecer com a irmã, não queriam mais frequentar a escola”, explica.

A vítima contou aos policiais que o pai costumava pedir para tocar em suas partes íntimas, mas não confirmou o ato sexual. “Ela afirmou que não houve conjunção carnal, mas o exame de corpo de delito comprovou que a garota não é mais virgem. Durante o depoimento, a adolescente ficou preocupada com a prisão do pai, que é o responsável pelo sustento da casa”, conta a delegada.

Além da menina, o suspeito teria tentado, sem sucesso, manter relações sexuais com uma outra adolescente, colega da vítima, em troca de dinheiro.

A mãe da menor afirmou que nunca presenciou nada, mas explicou que achava estranho o comportamento do pai com a filha. Segundo ela, o acusado não deixava a menina sair e tinha um ciúme exagerado.

O pai negou toda a história e afirmou que o caso é uma armação da família. Ele foi levado para a Unidade Prisional de Governador Valadares.

A Polícia Civil vai investigar o caso.

O que achou deste artigo?
Fechar

GOVERNADOR VALADARES

Homem é preso acusado de estuprar a filha
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter