Recuperar Senha
Fechar
Entrar

No Sul de Minas

Menino pula muro para pegar bolinhas e é atacado por dois pit-bulls

Policiais militares impediram que menino fosse morto no local; ele está internado em estado grave no hospital da Santa Casa de Misericórdia de Passos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 13/09/17 - 12h06

Policiais de Passos, no Sul de Minas, impediram que um adolescente de 14 anos fosse morto por dois cães da raça pit-bull. O menino foi atacado na tarde dessa terça-feira (12), no bairro Coimbra, depois que pulou o muro de uma residência, onde estavam os animais, para pegar bolinhas de plástico que caíram no quintal. Os cachorros só largaram a vítima quando os militares atiraram. O garoto está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa da cidade em estado grave.

De acordo com relatos de testemunhas à Polícia Militar (PM), o menino estava em um salão de festas ao lado da casa e participava do aniversário de um irmão. Assim que pulou o muro atrás das bolinhas, o adolescente foi surpreendido por um dos cães, que mordeu sua perna. Em seguida, o outro cachorro também o atacou com várias mordidas pelo corpo.

Ao ouvirem os gritos do adolescente, os vizinhos, desesperados, correram até o muro entre o salão e a casa e atiraram pedras e paus na direção dos animais na tentativa de impedi-los. Sem sucesso, eles acionaram a PM.

O resgate

Segundo a corporação, como não havia ninguém na casa, os militares pularam o muro e viram o menino sendo arrastado pelos cães. Eles gritaram tentando chamar a atenção dos animais, que não largaram a vítima. Diante da situação, um deles resolveu atirar para o alto. Assustado com o tiro, um cachorro finalmente largou o adolescente. Entretanto, o outro continuou mordendo a cabeça da vítima.

Os militares atiraram para o alto novamente e só então o pit-bull parou o ataque. Contudo, o cachorro continuou agitado e correu em direção ao adolescente mais uma vez. Antes que o menino fosse alcançado, o policial disparou duas vezes na direção do animal e o matou. A corporação ressaltou que o sacrifício do bicho foi necessário para impedir novos ferimentos à vítima.

O adolescente foi socorrido pelos militares que o levaram em uma viatura até a Santa Casa de Passos. Ele sofreu diversas fraturas e passou por uma cirurgia na noite dessa terça.

Conforme a PM, um homem apareceu na casa durante o registro da ocorrência e se identificou como genro da proprietária do imóvel. Ele conteve o outro pit-bull e afirmou que a dona da casa está em outra cidade para resolver um problema de saúde. A residência é toda cercada por muros e tem uma placa na entrada alertando sobre a existência de animais perigosos no local. 

O que achou deste artigo?
Fechar

No Sul de Minas

Menino pula muro para pegar bolinhas e é atacado por dois pit-bulls
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (3)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter