Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Vingança

Mulher é morta durante velório do próprio marido

Ainda procurado, suspeito do crime seria amigo do esposo da garota

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
Cenário. Parentes velavam o corpo de Júlio César, quando o assassino entrou na igreja e matou Thamara
Ainda procurado, suspeito do crime seria amigo do esposo da garota
PUBLICADO EM 23/07/09 - 21h25

Uma mulher foi assassinada com nove tiros, na frente de várias pessoas, durante o velório do marido, na manhã de ontem, em uma igreja no bairro Confisco, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. Thamara Fernandes Reis Pereira, 18, foi atingida no rosto, no peito e no pescoço. Segundo a perícia da Polícia Civil, os tiros partiram de uma pistola 9 mm.

A Polícia Militar chegou ao local logo após o crime e acredita que o assassino era amigo de Júlio César da Silva de Jesus, 21, o marido que estava sendo velado. Júlio foi morto na tarde de anteontem, com vários tiros, em frente a uma borracharia do bairro Nacional, em Contagem. Ele morreu um dia após se separar de Thamara. O motivo do crime seria passional. Eles ficaram casados por cerca de um mês.

"O suspeito (de ter matado a garota) entrou na igreja, onde havia cerca de oito pessoas, olhou para o caixão, depois para as pessoas e, em seguida, se virou para Thamara e disse a seguinte frase: ‘Foi você que armou tudo.’ Após essas palavras, ele atirou na vítima, que estava num canto do velório. Ela morreu na hora", disse o tenente Douglas Bernardino, que atendeu a ocorrência.

O homem que atirou contra Thamara seria um negro de aproximadamente 25 anos, que vestia uma calça de malha e tinha a cabeça coberta com um capuz. Ele fugiu em um Fiat Siena. A PM descobriu o endereço onde ele mora, mas não conseguiu encontrá-lo em casa.

"A Thamara foi namorada de um traficante de Contagem, mas o relacionamento não deu certo e ela resolveu se casar. Inconformado com o fim do namoro, esse traficante teria encomendado a morte do Júlio. O suspeito do crime (contra a mulher) seria um amigo do Júlio e deve ter entendido que a Thamara tinha alguma coisa a ver com a morte do marido dela e resolveu executar a garota", explicou o tenente Bernardino.

De acordo com ele, o traficante, o homem que matou Júlio e o assassino de Thamara já foram identificados e estão sendo procurados.

O marido

11 tiros. Júlio César, marido de Thamara, foi morto anteontem, quando saía da borracharia onde levou a motocicleta para consertar o pneu. Três homens deram 11 tiros de pistola 380 no rapaz.

O que achou deste artigo?
Fechar

Vingança

Mulher é morta durante velório do próprio marido
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter