Recuperar Senha
Fechar
Entrar

região central

Mulher de PM é assassinada e tem corpo queimado em Abaeté

Vítima desapareceu após sair de casa em caminhonete; veículo foi encontrado em chamas

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
homicídio
Vítima foi sepultada na última segunda-feira
PUBLICADO EM 03/01/18 - 12h17

Um desaparecimento e um assassinato cercados de mistérios. A Polícia Civil investiga a motivação e o autor da morte de Katyane Rosa de Jesus Araújo, de 31 anos, em Abaeté, na região Central do Estado. O corpo da mulher, que estava casada há poucos meses com um policial militar, foi encontrado parcialmente queimado nesta semana.

O caso foi descoberto depois que a caminhonete da dona de casa foi encontrada em chamas, na noite de sábado (30), em uma estrada vicinal que dá acesso à rodovia MG-174, sentido a Quartel Geral, região Centro-Oeste de Minas.

Ao tomar conhecimento que um veículo havia sido encontrado, o marido dela, um sargento que trabalha em Martinho Campos, deslocou para o local e reconheceu o carro como sendo de Katyane. Ele contou aos militares que a companheira saiu de casa por volta das 19h30 de sábado para entregar algumas notas fiscais e com a quantia de R$ 2 mil. Desde então, o policial não conseguiu mais contato com a vítima por telefone.

Após mais de 24 horas do encontro da caminhonete, o corpo de Katyane foi localizado no domingo por ciclistas que realizavam uma trilha em uma estrada vicinal próximo ao Morro da Coruja, em outro ponto da cidade.

Durante o registro da ocorrência de localização do carro, a polícia recebeu uma informação que uma outra mulher foi vista com Katyane dentro do veículo. Militares deslocaram até o endereço dela, que afirmou ter recebido uma ligação da vítima por volta de 20h12 combinando um encontro na esquina de uma padaria. Na versão da mulher, elas rodaram por algumas ruas do bairro São Pedro e logo depois Katyane a deixou no mesmo ponto de encontro. Ela foi conduzida à delegacia, mas ainda não há informações se chegou a ficar detida.

Câmeras

Ainda segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, câmeras de segurança do sistema prisional flagraram o veículo da vítima passando pela rua Treze de Maio, aparentemente, sendo escoltado por um Palio e um Fiat.

A motivação do crime ainda é desconhecida. 

Declaração no Facebook

Por meio da página do Facebook em que o casal tinha em comum, o marido da vítima se manifestou após o encontro do corpo. Leia na íntegra:

"É muita dor perder uma pessoa assim, de sonhos elevados e um coração enorme. Vá em paz minha flor do dia. Os anjos saltaram no céu quando viram a tamanho beleza. Estarei aqui lutando por justiça e espero um dia te encontrar no reino do Céu. Te amo muito. Muito obrigada por tudo que você fez por mim. Nunca esquecerei nossos momentos de felicidades juntos. Um beijo no coração. Até um dia. Obrigado a todos nossos amigos".

 

Atualizada às 15h55

O que achou deste artigo?
Fechar

região central

Mulher de PM é assassinada e tem corpo queimado em Abaeté
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (3)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter