Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Proteção animal

Neymar divulga apoio a construção de santuário em Minas

Em seu instagram ele pediu ajuda para a construção da nova sede do santuário que resgata e abriga animais vítimas de crimes ambientais e maus tratos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Neymar
Proteção animal ganha apoio de Neymar parta construção de santuário em Minas
PUBLICADO EM 17/07/15 - 16h29

O jogador Neymar divulgou nessa quinta-feira (16) em seu perfil no Instagram o apoio à proteção animal. Ele  pediu ajuda para a construção da nova sede do Santuário Rancho dos Gnomos em Gonçalves, no Sul de Minas.

Atualmente localizado em Cotia, São Paulo, o santuário está cada vez mais perdendo espaço devido a urbanização da cidade. Com um trabalho que começou há mais de 20 anos, o rancho resgata e abriga animais vítimas de maus tratos, crimes ambientais e em situação de risco.

O espaço é aberto a qualquer animal que esteja nessa situação, de macaco a cachorro, de gatinhos a leões.

Para construir o novo espaço em Gonçalves, o santuário precisa de R$ 1.200.000,00 e já conseguiu arrecadar metade do valor. Mas o prazo para conseguir o valor total está acabando: faltam 48 dias.

Para ajudar, basta acessar o site do santuário, clicando aqui.

Confira a mensagem de Neymar na íntegra:

Conhece o Rancho dos Gnomos? Eles têm um projeto de proteção aos animais há mais de 20 anos. Ajudam na reabilitação de vários animais que sofreram maus tratos em circos, crimes ambientais, etc.. Devido ao crescimento da cidade de Cotia eles estão precisando mudar de lugar e estão fazendo uma campanha no site Kickante. Assista ao vídeo e vamos ajudar. Só temos 60 dias e Esses animais precisam da nossa proteção.

O que achou deste artigo?
Fechar

Proteção animal

Neymar divulga apoio a construção de santuário em Minas
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter