Recuperar Senha
Fechar
Entrar

EM BH

Projetos tentam implantar castrações gratuitas e cemitérios de animais

Uma clínica veterinária pública no Barreiro também deve ser inaugurado ainda no segundo semestre deste ano

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Cidades - Do dia - Belo Horizonte MG Protetor de animais ha 35 anos , Franklin Oliveira cuida de mais de 80 animais em sua casa e precisara se desfazer do imovel e doar os animais  FOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO 30.4.2015
Castrações gratuitas poderiam diminuir consideravelmente número de abandonos
PUBLICADO EM 15/06/15 - 15h29

O Projeto de Lei 1374/14, de autoria do vereador Veré da Farmácia, terá que ser esmiuçado um pouco mais antes de passar pelas comissões da Câmara Municipal de Belo Horizonte para ir a votação no plenário. A proposta é que a capital passe a contar com unidades móveis de castração gratuita de cães e gatos em cada regional.

Veré acredita que se aprovado, o número de animais abandonados nas ruas irá diminuir consideravelmente. “Esse projeto é focado em pessoas carentes que, às vezes, não tem condições de arcar com os  custos de uma castração. Quando a pessoa pega um cachorro na rua e nem sabe que está prenha, acaba abandonando a ninhada na rua”, explica.

Além da esterilização dos animais, as unidades móveis também ofereceriam vacinações gratuitas e campanhas de conscientização. “O dono do animal teria toda a orientação necessária ao procurar uma unidade, e o animal também irá sair de lá microchipado, para que possa ser monitorado depois de atendido”, diz Veré.

Para o atendimento, será necessário agendar a castração elevar documentos como comprovante de endereço e identidade do tutor do animal. 

O que já existe

A Secretaria Municipal de Saúde informou que BH já conta com uma unidade móvel de castração, no entanto, não deu mais detalhes sobre onde ela está atualmente e como é feito o agendamento.

Além disso, o controle reprodutivo dos animais pode ser feito pela Gerência de Controle de Zoonoses da secretaria. Diariamente, são oferecidas 40 vagas no Centro de Esterilização de Cães e Gatos Noroeste (CECG), 48 vagas no CECG Oeste e 50 no Centro de Controle de Zoonoses. Para tirar dúvidas sobre os serviços, os números são 3277-7414 e 3277-7411.

Ainda segundo a secretaria, as atividades dos CECG são “estritamente cirúrgicas e como todo procedimento cirúrgico eletivo, o paciente deve ser devidamente preparado com 12 horas de antecedência, incluindo jejum hídrico e alimentar, indispensáveis para a segurança do procedimento que envolve anestesia geral”.

No ano de 2013 foram feitas 15.946 cirurgias de castração em animais pela rede pública na capital e em 2014 foram 17.542 procedimentos.

No Barreiro

Atrasadas, as obras do centro de Esterilização de Cães e Gatos no Barreiro terá capacidade para realizar 1.200 cirurgias por mês. Segundo a Secretaria de Saúde de BH, a previsão é que o local seja inaugurado no segundo semestre deste ano.

Cemitério de animais

De autoria do vereador Bispo Fernando Luiz, o Projeto de Lei 1334/14 foi aprovado na Comissão de Administração Pública na última semana. Se aprovado em plenário, Belo Horizonte também passará a ter um cemitério público de animais de pequeno porte, como cães e gatos, denominado Cemitério Público “Amigos dos Animais”. 

O que achou deste artigo?
Fechar

EM BH

Projetos tentam implantar castrações gratuitas e cemitérios de animais
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (2)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter