Recuperar Senha
Fechar
Entrar

OPERAÇÃO IMPACTO

Só em outubro, 74 pessoas foram presas em todo o Estado

O objetivo da ação é combater a criminalidade e cumprir mandados de prisão, busca e apreensão expedidos pela Justiça

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 06/11/13 - 16h13

A sexta edição da operação "Impacto" realizada em Minas Gerais terminou com mais de 70 presos apenas no mês de outubro. O objetivo da ação integrada entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), as polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros, o Ministério Público e o Poder Judiciário, é reprimir a criminalidade, principalmente, o tráfico de drogas.

De acordo com a Seds, 74 pessoas foram presas em diferentes regiões do Estado. Além disso, foram apreendidos 15 armas de fogo, 26 munições de calibre 32 e seis de calibre 28, 155 pedras e 550 gramas de crack, 11 dolas e 20 gramas de cocaína, 39 buchas e quase 26 quilos de maconha e quatro balanças de precisão.

Ao todo, 327 veículos foram abordados e 29 deles foram apreendidos e 358 pessoas foram abordadas. Também foram apreendidos R$ 5.035 em dinheiro e R$ 400,00 em notas falsas, além de 34 celulares. Durante a ação 94 mandados de prisão e 121 mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

A operação contou com 834 agentes de segurança, entre policiais civis e militares, e cerca de 300 viaturas.

Balanço

No total, a operação "Impacto" já prendeu 580 pessoas e apreendeu, pelo menos, 140 veículos, 110 armas de fogo, 200 munições, 42 pássaros, 39 máquinas caça-níqueis, 9 animais silvestres, 9 Ipods e R$ 31.283,55, além de 2.515 pedras e 3,6 kg de crack, 499 dolas e 3,3 kg de cocaína, 33 tabletes, 482 buchas e 30 kg de maconha e 12 balanças de precisão.   

O que achou deste artigo?
Fechar

OPERAÇÃO IMPACTO

Só em outubro, 74 pessoas foram presas em todo o Estado
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter