Recuperar Senha
Fechar
Entrar

negociação

Servidores da educação reivindicam reajuste em piso salarial em MG

Categoria quer que governo estadual repasse os 8,3% do aumento dado ao salário-base nacional; já no próximo dia 26, os alunos da rede estadual devem ficar sem aulas

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
ASSEMBLEIA DOS PROFESSORES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE MINAS G
Em 2011, parte da categoria fez uma greve que durou 112 dias
PUBLICADO EM 06/02/14 - 04h00

O ano letivo começou nesta semana já com o risco de paralisações na rede estadual de ensino, caso o governo de Minas e os servidores da educação não cheguem a um acordo sobre o reajuste do piso salarial. O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE) anunciou ontem que não descarta a possibilidade de uma greve neste ano, como a que ocorreu em 2011, quando os professores ficaram parados por 112 dias.

“Vamos usar a Copa do Mundo para ir às ruas e reivindicar”, disse a coordenadora geral do sindicato, Beatriz Cerqueira. A categoria quer a concessão do reajuste de 8,3% dado pelo Ministério da Educação ao piso nacional da categoria, no último dia 29. O valor passou de R$ 1.567 para R$ 1.697, para jornadas de 40 horas semanais.

Já no próximo dia 26, os alunos da rede estadual devem ficar sem aulas, pois na data irá ocorrer a primeira assembleia da categoria neste ano para discutir o tema.

Governo. Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Educação (SEE) informou que os professores de Minas recebem mais que o piso nacional, com ou sem o reajuste anunciado pela União – o salário pago no Estado é de R$ 1.455,30 para 24 horas semanais de trabalho.

Saiba mais
Norma.
O governador Antonio Anastasia disse que pretende cumprir uma decisão do Supremo Tribunal Federal, de anteontem, que determina a acessibilidade em todas as escolas mineiras, mas não deu um prazo para isso ocorrer.

Visita. Nessa quarta, ele visitou as obras de restauração da Escola Estadual Barão do Rio Branco, na região Centro-Sul, orçada em R$ 7,2 milhões.

O que achou deste artigo?
Fechar

negociação

Servidores da educação reivindicam reajuste em piso salarial em MG
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter