Recuperar Senha
Fechar
Entrar

homofobia?

Travesti é morta a pedradas em ponto de prostituição no bairro Cidade Industrial em Contagem

Local do crime é conhecido na cidade como ponto de prostituição, frequentado constantemente por travestis e homossexuais; autoria e motivação ainda são desconhecidas

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Travesti
Travesti foi morta a pedradas, na Cidade Industrial, em Contagem
PUBLICADO EM 25/08/13 - 22h11

Uma travesti foi assassinada a pedradas, na noite de ontem, no bairro Cidade Industrial, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Wagner de Paula Rodrigues, de 42 anos, não tinha passagem pela polícia e, segundo frequentadores da região, trabalhava no local há pouco tempo.

Como a bolsa e todos os pertences da vítima estavam no local, uma das hipóteses mais prováveis é que o crime tenha ligação com a homossexualidade de Rodrigues. Um de seus irmãos disse que ele não tinha inimigos.

O crime aconteceu dois dias antes do início do julgamento dos assassinos do bailarino Igor Leonardo Lacerda Xavier. O crime aconteceu há 11 anos, em Montes Claros, no Norte de Minas.

Ele ganhou as páginas dos jornais por ser o primeiro no país no qual os suspeitos confessaram que a motivação para o crime foi homofobia. Um dos réus chegou a dizer que cometeu o crime por ter horror a homossexuais.

 

O que achou deste artigo?
Fechar

homofobia?

Travesti é morta a pedradas em ponto de prostituição no bairro Cidade Industrial em Contagem
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (5)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter