Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Quarto em 2017

Mais um mineiro morre tentando atravessar a fronteira dos EUA

Maycon Douglas de Andrade Fernandes, de 24 anos, que é natural de Conselheiro Pena, na região do Rio Doce, mas vivia na cidade de Alto Rio Novo, no Espírito Santo

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
mineiro morto nos EUA
Maycon trabalhava com uma pizzaria na cidade Alto Rio Novo, no Espírito Santo
PUBLICADO EM 16/08/17 - 09h23

Chegou a quatro o número de mineiros mortos em 2017 durante a tentativa de entrar nos Estados Unidos. Maycon Douglas de Andrade Fernandes, de 24 anos, que é natural de Conselheiro Pena, na região do Rio Doce, mas vivia na cidade de Alto Rio Novo, no Espírito Santo, fez a travessia da fronteira entre domingo (13) e segunda-feira (14), quando a família foi comunicada da morte.

O jovem faleceu na cidade de McAllen, no Texas, após atravessar a fronteira do México com o país. O último contato de Maycon com a família aconteceu no domingo. De acordo com relatos de um companheiro de viagem, durante a caminhada, após atravessarem a fronteira, ele passou mal, vomitou três vezes e morreu.

O corpo foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) da cidade de Laredo, onde aguarda o traslado para o Brasil. A mulher de Maycon publicou nas redes sociais no último dia 7 de agosto que estaria em Cancún, no México. A reportagem de O TEMPO entrou em contato com a mulher, que, bastante emocionada, não quis falar sobre a morte do companheiro.

Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram a morte repentina do rapaz, que trabalhava com uma pizzaria na cidade capixaba. "Ainda não estou acreditando. Mesmo que não possamos mais te ver, sei que você estará em cima de qualquer nuvem olhando pra todos nós familiares, amigos e conhecidos, que você gostava tanto. Descanse em paz​ primo #maycon", escreveu uma prima do rapaz.

"Só Deus para confortar nosso coração. É difícil de acreditar. Maycon, que Deus tenha você em um bom lugar", disse uma parente de Conselheiro Pena.

Outros

Em junho deste ano, o mineiro de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, Lucas Batista, de 30 anos, morreu ao tentar atravessar a fronteira do México com os Estados Unidos. Ele estava desaparecido desde o dia 30 de abril.De acordo com o site de notícias local, “Aconteceu no Vale”, Lucas embarcou de São Paulo, no fim de março, para o México. Ele tinha como destino final a cidade norte-americana de Charlotte, na Carolina do Norte, onde ficaria.

Já Fabrício da Silva Santos, de 31 anos, foi encontrado morto no dia 5 de maio às margens do Rio Bravo, também na fronteira do México e o país. A suspeita é que ele tenha se afogado durante a travessia. Natural de Ganhães, também no Rio Doce, o mineiro tinha uma mulher e filho vivendo legalmente nos EUA.

Já em maio, o corpo de Sidney da Silva, de 39 anos, natural do distrito de Ferruginha, que pertence à Conselheiro Pena, cidade de Maycon, foi encontrado em Laredo, no Texas. Silva morreu na terceira tentativa de tentava entrar nos Estado Unidos, onde a mulher e a filha moram. Nas outras duas oportunidades, ele não conseguiu realizar a travessia e acabou deportado. Desta vez, ele chegou a atravessar a fronteira, mas foi encontrado morto no domingo.

Com Agência Estado

O que achou deste artigo?
Fechar

Quarto em 2017

Mais um mineiro morre tentando atravessar a fronteira dos EUA
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (3)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter