Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Respeito

Conhecimento na legislação de bike pode ser ampliado para tirar CNH

A informação é da BH em Ciclo (Associação dos Ciclistas Urbanos de Belo Horizonte) que foi convidada para uma reunião com o Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) e o banco Itaú no último dia 14 para discutir o assunto.

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Desrespeito
Usuários reclamam que motoristas desrespeitam faixa, o que torna seu uso mais difícil
PUBLICADO EM 21/01/16 - 16h33

Os conhecimentos na legislação voltada para o ciclista podem começar a serem exigidos para quem for tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em 2016. A informação é da BH em Ciclo (Associação dos Ciclistas Urbanos de Belo Horizonte) que foi convidada para participar de uma reunião com o Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) e o banco Itaú no último dia 14 para discutir o assunto.

O ciclista e integrante da BH em Ciclo, Carlos Edward Campos explica que a intenção é que a associação fique responsável por treinar cerca de 700 examinadores, inicialmente em Belo Horizonte e na região metropolitana, com perspectiva de se estender em todo Estado. “Paralelamente, produziremos um material que será enviado a todas as autoescolas de Minas Gerais para instruir os professores a passarem aos alunos conteúdos sobre bicicleta na cidade”, explica Carlos.

Segundo ele, a ideia é que o Detran crie uma portaria para obrigar as autoescolas a utilizarem esse material. Além disso, os membros da BH em Ciclo devem criar perguntas relacionadas ao respeito aos ciclistas no banco de questões das provas teóricas para conseguir a habilitação. Há um ano, as provas já contam com algumas questões voltadas para a bicicleta.

O também membro da BH em Ciclo Gil Sotero informou por meio do seu blog que a iniciativa já ocorre em outros Estados brasileiros como Pernambuco e Paraná. “É provável que entre as questões abordadas esteja a distância preventiva que motoristas devem observar ao ultrapassar o ciclista como rege o artigo 192 do Código Brasileiro de Trânsito que tipifica a infração como grave”, escreveu Sotero em seu site.

De acordo com Campos, ainda não há data para a medida começar a valer, mas a implementação ocorrerá ainda neste ano. O banco Itaú deve patrocinar a iniciativa em parceria com o Detran fornecendo bicicletas para que o órgão utilize nos testes de direção e treino dos examinadores e arcando com todos os custos do projeto. 

A iniciativa pode melhorar a relação entre os ciclistas e motoristas, já que a falta de respeito dos condutores de automóveis é uma das reclamações mais constantes de quem anda de bicicleta. “A educação dos motoristas e a obtenção dos conhecimentos sobre a legislação no que tange ao bicicleta é muito importante para que os motoristas respeitem mais os ciclistas e entendam que eles também tem o direito de dividir a rua com os outros veículos, incluir isso nas autoescolas e na provas irá ajudar muito a melhorar esse respeito”, considerou o ciclista Frederico de Paiva, 22.

Por meio da assessoria de imprensa, o Detran confirmou que está em conversa com a BH em Ciclo, porém informou que ainda não há mais informações sobre essa possibilidade  já que não há nada firmado ainda e portando não irá se pronunciar sobre o tema.

O que achou deste artigo?
Fechar

Respeito

Conhecimento na legislação de bike pode ser ampliado para tirar CNH
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (3)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter