Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Band

Chef Pablo Oazen vence o 'MasterChef Profissionais'

Mineiro levou prêmio segunda edição do reality com pratos incomuns

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
d
PUBLICADO EM 07/12/17 - 03h00

São Paulo. O mineiro Pablo Oazen, pai da pequena Eduarda, é dono de um gastropub em Juiz de Fora, na Zona da Mata. É também o novo MasterChef Profissional, título conquistado na terça-feira (5), após enfrentar o chef Francisco Pinheiro na final do programa da Band.

Além da conta com R$200 mil, o vencedor ganhou uma viagem para Dubai (com tudo incluso), vale compras de R$ 1.000 por mês, durante um ano, e novos utensílios de cozinha. Para ele, além do título, representa também a conquista de novas possibilidades – incluindo o sonho de abrir um restaurante em São Paulo. “Tinha muita gente boa aqui”, ponderou Oazen.

Para ganhar, segundo o chef, foi necessário um conjunto entre estar preparado e ter sorte. Na final, a proposta era cozinhar um menu completo com seis pratos: duas entradas, dois principais e duas sobremesas. Oazen optou pela escolha de ingredientes não tão refinados, o que deu nome ao seu cardápio: Do Lixo ao Luxo.

Nas entradas, o mineiro escolheu fígado de frango e mexilhões, itens pouco valorizados na alta gastronomia. Outras escolhas consideradas arriscadas foram as das proteínas principais. Enquanto seu adversário cozinhava carré de cordeiro e robalo, Oazen apostou em uma singela truta e um corte de língua – que foram muito elogiados pelos jurados.

Em todos os pratos, inclusive na sobremesa inspirada no clássico mineiro romeu e julieta, o destaque era de sabores típicos brasileiros. “Eu não tive que criar pratos. Peguei técnicas que já tinha feito e fui juntando”, disse.

Culinária brasileira. Na final do programa, os jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin reforçaram a qualidade dos pratos servidos ao longo da segunda temporada de “MasterChef Profissionais”. Para eles, o momento é propício para um renascimento da culinária brasileira, hoje digna reconhecimento internacional.

Sem glamour. A vencedora da primeira edição do programa foi Dayse Paparoto. Ela contou que quitou seu apartamento com o prêmio do reality, mas que sua vida não mudou. Com 14 anos de carreira na cozinha, ela afirma que não tem mais o deslumbre dos cozinheiros amadores das edições regulares do “MasterChef”. “Acham que a cozinha é um conto de fadas”, pontuou.

Cardápio

Entrada: Nhoque de fígado de frango e consommé de ameixa; Creme de agrião, mexilhão e flores.

Principal: Língua com cenourinhas glaceadas e pistache (foto); Truta de castanha, pupunha, ovas de salmão e pancs.

Sobremesa: Sorvete de goiabada, creme com gergelim, crumble de castanha do Pará, queijo canastra e requeijão; Espuma de doce de leite, telha de café e sorvete de pão na chapa.

FOTO: Carlos Reinis/Band/Divulgação
sdf
 

Minientrevista

Pablo Oazen

Vencedor do “MasterChef Profissionais” 

O que você acha que te fez ganhar essa competição? No meu menu, pode ter sido a sobremesa. Aquele nhoque, eu fiquei pensando em casa: “Que merda que eu fui fazer, sem testar. Uma porcaria mesmo”. E depois eu pensei que não poderia errar.

Você já tinha feito essas receitas antes do programa? As técnicas, sim. Receita, nenhuma. Eles pediram para fazermos receitas que nunca tivéssemos preparado.

E qual foi o momento mais difícil no programa? O segundo episódio, em que eu quase rodei. Fiquei pensando: “O que eu estou fazendo aqui? Será que fiz certo de entrar?”. Mas depois foi indo.

Como é sua relação com o Francisco? A gente é muito amigo, e todo mundo ficou muito amigo nessa competição. E o Brasil precisa disso na gastronomia. A gente precisa que os chefs brasileiros valorizarem os chefs brasileiros. E a gente só vai evoluir se a gente se unir.

Quais foram os pratos que mais te orgulharam? O arroz doce. Em outubro eu paguei o aluguel do meu restaurante vendendo arroz doce lá em Juiz de Fora. E o canelone de maçã verde com ostra, um prato que eu nunca tinha feito e foi uma sacada rápida. Era um prato tecnicamente simples, e eu pude ajudar os outros colegas. E também os pratos da final. 

FOTO: Carlos Reinis/Band/Divulgação
dd
Oazen levou premio de R$ 200 mil

 

O que achou deste artigo?
Fechar

Band

Chef Pablo Oazen vence o 'MasterChef Profissionais'
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter