Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Música

Chico Buarque inicia turnê nacional de seu novo disco

'As Caravanas' será apresentado de quarta-feira (13) a domingo (17), no Palácio das Artes

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Chico
PUBLICADO EM 13/12/17 - 03h00

Na última vez em que Chico Buarque estreou uma turnê nacional – em 2011, na mesma Belo Horizonte em que canta nesta quarta –, o Brasil era um outro país: pré-Jornadas de Junho, pré-Copa, pré-Olimpíada, pré-Lava Jato e pré-impeachment. O quanto destes anos turbulentos estará refletido no palco e na plateia é algo que se verá a partir de hoje, quando o cantor estreia o espetáculo baseado em seu disco mais recente, o elogiado "Caravanas". 

Em ensaio aberto à imprensa ontem (12) à noite, o compositor apresentou duas canções de fases distintas da carreira. Uma delas foi "Homenagem ao Malandro", que ele lançou em 1978 na trilha sonora da "Ópera do Malandro". Já a segunda foi "Tua Cantiga", que traz o frescor da novidade e alude diretamente ao novo trabalho. 

Quando as cortinas do Grande Teatro do Palácio das Artes enfim se abriram, antes que se identificasse qual seria a primeira canção, o que chamou a atenção foi o cenário, que como das duas últimas vezes ficou a cargo de Helio Eichbauer.

As estruturas suspensas geram uma comunicação imediata com o título do disco que batiza o show. Como se essas tais "Caravanas" estivessem ali feito as palavras em movimento, indo de encontro ao significado daquilo que pretende revelar mudança e, principalmente, viagem. A estética primorosa ainda recebeu contornos em vários tons, a depender da música interpretada. Em "Homenagem ao Malandro", prevaleceram azul e lilás, já "Tua Cantiga" foi embalada pelo verde.

Atualidade. Essa cenografia vertida em iluminação ajudou a sublinhar a presença da magnética banda de Chico e o deixou à vontade com seu violão para interpretar, sentado e praticamente imóvel, os versos de "Homenagem ao Malandro", que recobrou atualidade pelos recentes episódios políticos instaurados no país. 

Ao ser levada "de prima", dispensou-se novos takes da canção, o que não aconteceu com "Tua Cantiga". Logo na segunda parte da música, Chico, que até então não havia se dirigido aos jornalistas, pediu perdão por ter errado a letra, e justificou-se exatamente com essas palavras: "Esqueci a letra". No entanto, não ficou claro se o pedido de desculpas havia sido direcionado aos que estavam no palco, ou seja, sua banda, ou à plateia. 

De toda forma, rapidamente o compositor retomou "Tua Cantiga" do início, e sem nenhum erro, o que permitiu melhor avaliação acerca da beleza da música feita em parceria com o pianista Cristóvão Bastos.

Foi nesse momento que Chico arriscou levantar-se, cantar de pé, e dar alguns passos, nitidamente tímidos, para as laterais, como quem enxergasse à sua frente uma multidão ainda ausente, pois até um sincero sorriso se fez notar ao final, quando o entusiasmo desse artista, tão grandioso como de parcas palavras, nesta ocasião ganhou a forma de uma ligeira sacudida do corpo no momento em que a banda determinou o fim. A terceira execução foi apenas para azeitar e reafirmar o acerto. Ele pouco modificou sua expressão nessa última chamada.

Desta maneira o ensaio ofereceu um aperitivo, na medida exata da conotação da palavra, dos 90 minutos previstos para a apresentação. Além das nove faixas de "Caravanas", o cantor e compositor tocará 19 músicas inéditas em seus espetáculos oficiais e algumas há muito ausentes dos palcos, além de clássicos e lados B oportunamente resgatados. 

Banda. Em cena, o cantor estará ao lado dos músicos que o acompanham há anos: Luiz Claudio Ramoso (maestro, arranjador e violonista), João Rebouças (piano), Bia Paes Leme (teclados e vocais), Chico Batera (percussão), Jorge Helder (contrabaixo) e Marcelo Bernardes (flauta e sopros). A única mudança aconteceu na bateria, onde Jurim Moreira substitui Wilson das Neves, morto em agosto. (Com agência)

Agenda

O Que. Show “As Caravanas”, de Chico Buarque

Quando. De quarta (13) a sábado (16), ás 21h, e domingo (17), às 18h

Onde. Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537, centro)

Quanto. Ingressos variando de R$ 160 a R$ 490

O que achou deste artigo?
Fechar

Música

Chico Buarque inicia turnê nacional de seu novo disco
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (3)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter