Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Quadrinhos

Sonho é realizado em tributo a Mauricio de Sousa

Os irmãos Vitor e Lu Cafaggi lançam amanhã “Turma da Mônica: Laços”

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Manos
Vitor e Lu Cafaggi se entusiasmaram com o desafio de criar uma graphic novel a partir dos personagens que admiram
PUBLICADO EM 28/06/13 - 03h00

O irmão mais velho lembra que a irmã, quando menina e já uma leitora voraz de gibis, enviou certa vez uma carta para o endereço de correspondência listado nas revistinhas que adorava. Contava que queria ser desenhista. Pouco provável que tenha sido a única criança a botar no papel aquele sonho carimbado e enviado pelos Correios. Ainda assim, recebeu uma resposta simpática, que dizia mais ou menos isso: “Continue se esforçando, quem sabe um dia a gente se encontre...” “Ela tem essa carta guardada até hoje”, comenta o irmão, que foi quem a apresentou ao universo dos quadrinhos e que também já sonhava fazer parte dele.


Hoje aquela menina é uma moça de 25 anos e o irmão tem 35. Eles, Lu e Vitor Cafaggi, podiam até se imaginar criando e desenhando histórias, mas talvez não pensassem que chegariam a realmente encontrar o destinatário da carta que ela enviou na infância: Mauricio de Sousa. E muito menos que teriam a responsabilidade de produzir uma graphic novel justamente com os personagens daquele cara que marcou a infância deles – e de gerações consecutivas nos últimos 50 e poucos anos. Pois “Turma da Mônica: Laços”, obra em que os irmãos recriam os amigos da rua Limoeiro, é a prova de que desejos de criança podem mesmo se realizar.

A história ganha mais um capítulo amanhã, quando os irmãos lançam oficialmente a graphic novel em Belo Horizonte, cidade natal da dupla. Lu e Vitor participam do projeto Conversa em Quadrinhos, da Fundação Municipal de Cultura, para encontrar o público e autografar os exemplares. Na semana passada estiveram em Porto Alegre e a recepção foi além do esperado. “Ficamos até meio desnorteados com o tanto de gente que compareceu e pediu autógrafos”, diz.

Pelas redes sociais também pipocam resenhas e comentários acalorados. “É muito legal porque percebemos que as pessoas estão recebendo a mensagem que queríamos levar. Nós sabemos que a Turma da Mônica é uma coisa grande, então estamos mais felizes mesmo pela qualidade do retorno que recebemos, mais do que pela quantidade”, pontua Vitor.

CONVITE. O sonho começou a virar realidade em 2009, quando Sidney Gusman, o braço de planejamento da Mauricio de Sousa Produções, convidou Vitor para integrar o livro “MSP 50”, que comemorava as cinco décadas de carreira de Mauricio com releituras de seus personagens por jovens artistas. Naquele momento, Lu ainda era tímida com seus desenhos, mas Sidney logo sacou o potencial dela. No começo de 2011, os irmãos já vinham se destacando na cena dos quadrinhos, cada qual com seu estilo e em projetos diferentes, quando veio o convite de Sidney.

Tarefas. O editor pautou a dupla: queria que criassem uma história inédita tendo a turminha como protagonista e, conhecendo bem os traços de cada um dos Cafaggi, pediu que Vitor trabalhasse com o tempo presente da narrativa enquanto Lu ficaria responsável por traçar os flashbacks que permeiam a trama. “Os dois têm uma ternura muito bonita. É comum tentar ser emocional e cair no brega, mas eles não, são naturalmente emocionais”, afirma Sidney.

“Turma da Mônica: Laços” é basicamente um exercício de memória afetiva. Ao contar a busca de Cebolinha, Cascão, Mônica e Magali por Floquinho, o cãozinho de Cebolinha que por uma fatalidade se perdeu, Vitor e Lu Cafaggi não apenas narram uma história de amizade e companheirismo como remontam muito da própria história.

O texto é cheio de referências a filmes dos anos 80 que são representativos no imaginário dos irmãos, a exemplo de “Os Goonies” (1985) e “Conta Comigo” (1986) e, claro, traz nuances de histórias da turma assinadas por Mauricio nas décadas de 70 a 90. “O Mauricio se disse surpreso com as homenagens que identificou. Falou que parecia que havíamos feito uma pesquisa muito grande, mas não fizemos. Foi muito natural, lembramos da nossa história”, diz Vitor, relembrando o primeiro encontro deles com o mestre e com a revista já pronta. “Foi muito emocionante. Nós todos começamos a chorar”, confessa. Mauricio, por sua vez, retribuiu a admiração no texto de apresentação: numa dupla referência, ele define que a história “mostra que os laços são mais fortes do que os nós”.

Agenda
O QUE.
Conversa em Quadrinhos com Vitor e Lu Cafaggi lançando “Turma da Mônica: Laços” (Editora Panini, 82 págs., edição de capa dura a R$ 29,90 e R$ 19,90 com capa cartonada)
QUANDO. Sábado, às 10h
ONDE. Biblioteca Pública Infantil e Juvenil (rua Carangola, 288, Santo Antônio)
QUANTO. Entrada gratuita

O que achou deste artigo?
Fechar

Quadrinhos

Sonho é realizado em tributo a Mauricio de Sousa
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter