Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Virgílio Guimarães pretende retornar à política no ano que vem para obter foro

Afastado da política desde 2010, o petista Virgílio Guimarães será candidato a deputado nas eleições do ano que vem. Duas fontes do partido confirmaram ontem as pretensões de candidatura do ex-parlamentar. Filho de Virgílio, o deputado federal Gabriel Guimarães (PT) teria desistido de sua candidatura à reeleição em 2018. Uma das fontes ouvidas pelo Aparte informou que Virgílio Guimarães tentará ocupar a vaga do filho na Câmara Federal. Outro parlamentar do PT garantiu que o ex-deputado quer concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), ambicionando tornar-se presidente da Casa já em 2019.

“Virgílio quer retornar à política por vaidade. E quer voltar sendo o candidato mais votado do Estado. Vai surpreender”, afirmou o parlamentar petista, que explicou a estratégia para que Virgílio Guimarães seja eleito com votação recorde.

“O deputado estadual Paulo Guedes (PT) será candidato a federal no ano que vem e vai apoiar o Virgílio como candidato único para a vaga estadual. O Paulo dá 100 mil votos pra ele. É um coronelzinho”, afirmou o deputado petista, que pediu sigilo. A outra fonte do partido, que acredita na candidatura de Virgílio para deputado federal, disse que a motivação é conseguir foro privilegiado.

Um dos fundadores do PT, Virgílio Guimarães já foi vereador, candidato a prefeito de Belo Horizonte, candidato ao governo de Minas e deputado federal por cinco mandatos. Em 2010, disputou a vaga de primeiro suplente a senador na chapa de Pimentel, que foi derrotada. Nos últimos sete anos, atuava nos bastidores das campanhas do partido. Durante a caravana de Lula por Minas, no mês passado, subiu ao palco com o ex-presidente.

Investigado na operação Acrônimo, destinada a apurar esquema de lavagem de dinheiro por meio de contratos com o poder público, Virgílio teve sua casa vasculhada pela Polícia Federal em 2015. O ex-deputado é amigo de Romeu José de Oliveira, fundador da Gráfica Brasil, empresa que está sendo investigado. O petista também é amigo do delator Benedito de Oliveira, o Bené, filho de Romeu. Durante a campanha eleitoral em 2014, um avião onde estava Bené foi flagrado em Brasília com R$ 113 mil. À época, Virgílio negou qualquer participação.

Também foi Virgílio quem apresentou, no final de 2002, o publicitário Marcos Valério – então dono das agências de publicidade SMPB e DNA – à cúpula petista da época, entre eles José Genoino, José Dirceu e Delúbio Soares, condenados pelo mensalão. A coluna tentou entrar em contato com Virgílio, mas não obteve retorno. (Angélica Diniz)

FOTO: Ricardo Stuckert / PR - 30.10.2015

Temporal. A Presidência estima prejuízo de R$ 180 mil com a forte chuva da madrugada da última quarta-feira. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou ventos de 50 km/h. Uma contabilidade preliminar foi feita nos palácios do Alvorada e do Jaburu, onde mora o presidente Michel Temer. Entre os danos causados pelo temporal estão 156 árvores caídas, uma guarita arrastada, dez placas danificadas e portões retorcidos. O maior estrago foi verificado no Alvorada: 150 árvores caídas; danos em portões, cercas, toldos, meios-fios e até na pista; uma guarita de fibra de vidro arrastada; dez placas de sinalização danificadas; e placas de captação de energia solar “completamente retorcidas”. No Jaburu, onde reside a família Temer, várias partes da cerca de segurança e uma caixa do sistema de telefonia precisam de conserto. 

Emendas populares na área social

A Comissão de Orçamento e Finanças Públicas da Câmara Municipal de Belo Horizonte acolheu 34 sugestões populares como emendas aos projetos da Lei do Orçamento Anual (LOA) para 2018 e do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) para o período 2018-2021. O parecer sobre os dois projetos com as emendas populares foi aprovado nesta semana em reunião extraordinária. Ao todo, a população apresentou 167 sugestões às duas leis. Além das 34 que foram incorporadas como emendas, outras 57 foram acatadas na forma de indicações a serem enviadas ao Executivo. Entre as aprovadas nesta semana como emendas estão a sugestão de oferta de cursos profissionalizantes para os usuários do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e de atendimento aos dependentes químicos.

FOTO: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados - 25.2.2014

“O restabelecimento da coesão, com tolerância à variabilidade das opiniões, mas também com firmeza de propósitos, requer que Alberto Goldman crie condições para que líderes experientes e respeitados, como Geraldo Alckmin, assumam posição central no partido.”

Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente (PSDB)

Detidos no Zimbábue são liberados

Os três brasileiros detidos no Zimbábue, após visitarem uma mina de diamantes, foram liberados ontem. Maria Júlia Gomes Andrade, que é antropóloga e filha do deputado estadual Durval Ângelo (PT), frei Rodrigo Peret, da Comissão Pastoral da Terra de Uberlândia, e Jarbas Vieira, do Movimento de Atingidos pela Mineração foram detidos juntos com outras 24 pessoas na sexta-feira, em Mutare, a 270 quilômetros da capital, Harare, na fronteira com Moçambique. Em conversa com a equipe do portal de <CF82>O Tempo</CF> via WhastApp, Peret disse que o grupo está apreensivo. “Nos preocupa a segurança e integridade físicas de todas as pessoas. A conjuntura é delicada e exige que se mantenha a mobilização e solidariedade internacional até a finalização total da situação”, diz a mensagem enviada por ele e também assinada por Maria Júlia e Jarbas Vieira.