Recuperar Senha
Fechar
Entrar
13/05/15

Terceirizados da prefeitura devem perder o emprego 

A empresa América Terceirização também mantém um contrato com a Secretaria Municipal de Saúde na prestação de serviços administrativos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 13/05/15 - 03h00

Cerca de 700 funcionários terceirizados da Prefeitura de Belo Horizonte caminham para o desemprego por conta da má situação financeira da administração municipal. O número representa o contingente da América Terceirização, que administra um Restaurante Popular e outras unidades. Contratada pela prefeitura há anos, a empresa fechou as portas no início dessa semana.

Segundo representantes da América Terceirização, o principal motivo do fechamento da empresa é a falta de pagamento e repasses que haviam sido acordados com a prefeitura. “Sem o dinheiro da prefeitura, não há como pagar os funcionários, aí a situação fica inviável”, relatou um dirigente.

Em janeiro, o Aparte já havia relatado as dificuldades da América Terceirização. Na época, os salários estavam atrasados, com a empresa afirmando que “todo mês é um sacrifício conseguir os repasses da PBH”.

Na segunda-feira, quando os funcionários chegaram para trabalhar nas mais diversas unidades da prefeitura, um informe, colado em portas, avisava que a empresa estava “fechando as portas”. Não houve mobilização, mas está planejada para esta quarta, na praça Sete, a partir das 9h, um protesto feito pelos trabalhadores da América Terceirização. De acordo com os funcionários, os dirigentes da empresa “sumiram” e não deram qualquer tipo de explicação.

A coluna entrou em contato com a Prefeitura de Belo Horizonte, que afirmou, categoricamente, que o contrato com a América Terceirização está “com seus pagamentos em dia”.

Eis a nota da PBH: “A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional, esclarece que o contrato com a empresa América Terceirização está com seus pagamentos rigorosamente em dia.

No intuito de não prejudicar o funcionamento dos Restaurantes Populares, a Secretaria Municipal Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional já está providenciando junto ao Ministério Público do Trabalho a intermediação para possibilitar o pagamento direto aos funcionários. Essa mediação está agendada para o dia 13 de maio, às 14h, e tem como objetivo garantir que não haja prejuízo aos trabalhadores e aos usuários dos Restaurantes Populares.

A empresa América Terceirização também mantém um contrato com a Secretaria Municipal de Saúde na prestação de serviços administrativos. Na sexta-feira, 8 de maio, quinto dia útil do mês, a SMSA efetuou o depósito em favor da empresa, no valor de R$ 1.070.860,86”.

Ficou pra depois

Programados para serem oficialmente lançados nesta quarta, os Fóruns Regionais de Governo, promessa de campanha de Pimentel, terão que ser apresentados em outra data. Como envolve dezenas de personalidades, políticos, gestores e secretários, o evento de lançamento teve dificuldades para ser organizado, e, com problemas de agenda dos convidados, uma nova data terá de ser encontrada. Apesar disso, ainda não há nova previsão. De acordo com o governo, os fóruns regionais possibilitarão que a população de cada território seja convidada a participar de encontros que irão contribuir para subsidiar o planejamento e as ações de governo. Os fóruns serão organizados por vereadores, prefeitos, deputados e a população civil em geral.

Depoimento

A ex-presidente do Banco Rural Kátia Rabello, condenada a 16 anos e oito meses de prisão no mensalão, foi levada na tarde desta terça para prestar esclarecimentos na Polícia Federal, em Belo Horizonte. Ela foi chamada para responder a uma carta precatória oriunda de Porto Alegre. Segundo seu advogado, Maurício Campos Júnior, o depoimento era referente a um inquérito gaúcho. O defensor disse que não foi comunicado com antecedência de que sua cliente seria levada à PF e que nem mesmo Kátia Rabello havia sido avisada. Campos Júnior disse que ela não respondeu a nenhuma pergunta por não saber do que se tratava. A investigação, segundo o advogado, é sobre irregularidades praticadas por uma empresa de previdência e seguros que pertencia ao grupo.

FOTO: ANTONIO CRUZ / AGENCIA BRASIL
01
Sérgio Reis (PRB-SP)

Show no Congresso. Eleito deputado federal com mais de 45 mil votos, o cantor Sérgio Reis (PRB-SP) protagonizou uma cena singular na manhã desta terça, na Casa. Durante sessão solene para homenagear o Dia Mundial da Voz, ele cantou, na frente de todos os parlamentares, clássicos da música brasileira: “Panela Velha” e “Tocando em Frente”. A mulher do cantor, Ângela Marcia, e o violeiro Claudivan Santiago também participaram da cena.

R$ 136 mil É O VALOR que o Grupamento de Apoio de Brasília, da Força Aérea Brasileira, vai gastar para realizar uma festa. O dinheiro será inteiro para a organização da festividade.

Filhos de usuários

A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas (ALMG) aprovou, nesta terça, a realização de uma audiência pública para debater a adoção de filhos de usuárias de substâncias entorpecentes. O pedido, de autoria dos deputados João Leite (PSDB) e Celise Laviola (PMDB), serve para checar denúncias de que as crianças têm sido retiradas das mães ainda no hospital, sob a alegação de que elas seriam usuárias de drogas. Há indícios de que os procedimentos não têm obedecido à legislação.

Achou vaga

O governo nomeou, nesta terça, Ricardo Adriano Vasconcellos Dias para trabalhar na Secretaria de Esporte. Filho do “eterno” candidato à presidência do Atlético Itamar Vasconcellos – que, em 2006, conquistou apenas um voto na eleição do clube –, Adriano Vasconcellos tentou, no ano passado, ser candidato ao comando da Federação Mineira de Futebol (FMF). Não conseguindo apoiadores suficientes, a chapa do atleticano acabou sendo recusada. A coluna procurou saber qual cargo Ricardo Vasconcellos ocupará na secretaria, mas, segundo o governo, isso ainda não foi definido.

O que achou deste artigo?
Fechar

Terceirizados da prefeitura devem perder o emprego 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter