Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Despedida

Kombi ganha série especial "Last Edition"

Edição é limitada a 600 unidades e marca o fim da produção do monovolume no país, que não atende às leis de segurança veicular previstas para vigorar a partir de 2014

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
  • Kombi Last Edition
    Série especial tem pintura saia e blusa
  • Kombi Last Edition
    Externamente, adesivos identificam a série "Last Edition"
  • Kombi Last Edition
    Pneus têm faixa branca, para dar ar nostálgico ao modelo
  • Kombi Last Edition
    Apenas 600 unidades da série "Last Edition" serão produzidas
  • Kombi Last Edition
    Plaqueta no painel identifica da unidade da série especial, de 1 a 600
  • Kombi Last Edition
    Interior traz estofamento listrado e cortinas nas janelas
PUBLICADO EM 14/08/13 - 23h01

A Kombi está com os dias contados no Brasil: o veterano monovolume deixará de ser produzido neste ano, em virtude da legislação, que estabelece a obrigatoriedade de airbags frontais e freios ABS em todos os automóveis vendidos no Brasil, a partir de janeiro de 2014. Para marcar a despedida do modelo, a Volkswagen lança a série especial "Last Edition". O preço sugerido é de exorbitantes R$ 85 mil!

A edição especial é limitada a 600 unidades e caracteriza-se externamente pela pintura bicolor, ao mais puro estilo saia e blusa, sempre com capota, para-choques e rodas brancas e a parte de baixo da carroceria, grade superior e aros dos faróis em azul. Há ainda faixas brancas nos pneus, para dar um ar retrô, e adesivos de identificação da série.

No interior, há diversos detalhes nostálgicos, a começar pelas cortinas nas janelas, que há muito tempo haviam sumido do modelo. O estofamento mescla peças em lisas em vinil cinza e listradas em azul com branco e o assoalho é revestido em carpete. O painel traz instrumentos com grafia exclusiva e uma plaqueta de identificação da unidade, de 1 a 600. O clima vintage só é quebrado pelo aparelho de som, que tem entradas USB e auxiliar.

Mecanicamente, a Kombi Last Edition não traz alterações. O motor é o mesmo 1.4 Flex de 78/80 cv de potência a 4.800 rpm e  12,5/12,7 kgfm de torque a 3.500 rpm, com gasolina e etanol, na ordem. O câmbio é manual de quatro marchas. 

História

A Kombi é considerada o primeiro automóvel genuinamente nacional: começou a sair das linhas brasileiras Brasil em 1957, antes mesmo do Fusca. Porém, desde 1953 ela já era montada no país com peças importadas, pela Brasmotor, empresa que obteve licença da Volkswagen. O modelo detém o recorde de maior longevidade na indústria local: é fabricada ininterruptamentamente há 56 aos! Atualmente, a planta de São Bernardo do Campo já registra 1.551.140 unidades produzidas.

Inicialmente equipada com um motor boxer a ar de 1.2 litro, substituído por um 1.5 em 1967. A primeira reestilização, que alterou dianteira, traseira e interior, veio em 1975, junto com um motor 1.6. Em 1997, veio a segunda reestilização, que trouxe janelas laterais mais amplas, porta corrediça e teto elevado. A última alteração veio em 2005, com o abandono dos propulsores boxer a ar em prol de um 1.4 refrigerado a água, identificável pelo radiador instalado na dianteira. 

Ao longo da trajetória, além da versão para passageiros, a Kombi foi oferecida ainda nas configurações furgão e picape, a última nas variantes com cabine simples e dupla. Atualmente, só as duas primeiras são comercializadas. O preço inicial é de R$ 46.740.

O que achou deste artigo?
Fechar

Despedida

Kombi ganha série especial "Last Edition"
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (2)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter