Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Quando o inverno chegar

Captamos, na passarela do recente Minas Trend, as tendências que vão disputar espaço nas araras e nos guarda-roupas antenados durante a estação do frio

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
d
Modelos, no desfile da LED, debaixo do ipê amarelo com flores de tecido, criado especialmente para a passarela do Minas Trend
PUBLICADO EM 08/10/17 - 03h00

Em todo o mundo, as semanas de moda compartilham o mesmo objetivo: traduzir, em peças-chamariz, as tendências pensadas pelos estilistas para a próxima estação, com itens instigantes que geram, numa reação em cadeia, o desejo de consumo, a mola propulsora dos desfiles. Pois bem, não foi diferente neste recém-encerrado Minas Trend (MW), evento que representa o Estado no calendário oficial da moda, e que aconteceu entre os dias 3 e 6 deste mês.

Embora o salão de negócios – com estandes reunindo mais de 200 marcas – seja considerado o mais importante do setor no Brasil, foi na passarela que as tendências foram mais exploradas.

E foi por meio dela que o público que assistiu à maratona pôde concluir, mais uma vez, que o preciosismo mineiro presente nas tramas de tricô e nos bordados manuais se renova em propostas que ultrapassam os limites festivos. “A moda festa ainda é o nosso forte, mas grandes marcas do setor estão com a sua segunda marca, mais casual. Levando qualificação e acabamento, com inserções de handmade, surgem roupas muito especiais, que você coloca de manhã e pode manter o look o dia todo”, salienta Pedro Lázaro, diretor criativo do evento.

E é no bojo deste momento que emergem boas sacadas, como o tricô-desejo estampado de Lucas Magalhães e Natália Pessoa; as estampas no estilo tie-die feitas à mão por Renata Manso, da Anne Est Folle; os moletons revisitados e com acabamentos plásticos da Molett, vistos também na Manzan e Plural; ou as sobreposições instigantes e supercoloridas da LED. Veja, aqui, como traduzir os destaques da temporada e usar as tendências em produções democráticas. E, claro, descomplicadas.

FOTO: Ze Takahashi / FOTOSITE
d

Lingerie à mostra

Não, você não leu errado! A lingerie continua sendo uma das protagonistas da próxima temporada, mas, agora, a melhor forma de usá-las e por cima da roupa. O espartilho e o corset, antes escondidos, e os sutiãs de renda agora são pensados especialmente para brilhar por cima do look, imprimindo sensualidade na medida certa, como mostrou o estilista Ronaldo Silvestre (foto).

FOTO: Ze Takahashi / FOTOSITE
d

Brincões

Os acessórios não serão nada minimalistas para o próximo inverno. A novidade são os maxibrincos, usados numa orelha só e quase encostando nos ombros, aposta de Lucas Magalhães (foto) em parceria com o designer Carlos Penna. Invista em modelos feitos em resinas coloridas e em metal. E, se possível, dispense o uso do colar.

FOTO: Ze Takahashi / FOTOSITE
s

Tropicaliente

Apesar de ser uma temporada de inverno, o evento contou com marcas que apostaram em peças coloridas e estampas vivas de folhagens e flores. Nathalia Pessoa (foto), por exemplo, inspirou-se nas belezas naturais de Natal para estampar o seu tricô com folhagens brasileiras, como costela-de-adão. Já a Unity Seven e Anne Est Folle apostaram em flores, provando que o inverno brasileiro é pautado pelo clima tropical.

FOTO: Ze Takahashi / FOTOSITE
a

Veludo

O veludo retornou triunfante neste ano, mas a passarela do Minas Trend sinaliza que não se trata apenas de um modismo. Pelos desfiles mostrados, no próximo inverno o material continuará a ter seu lugar fixo no armário. Marcas como a Chocker e a Plural (foto) são bons exemplos. E, sim, vale investir nos vestidos – inclusive para a moda festa – ou em jaquetas quentinhas, com estampas aplicadas.

FOTO: Ze Takahashi / FOTOSITE
x

Moletom

Já é de praxe o moletom ostentar o posto de um dos tecidos mais explorados do inverno, por conta de seu poder de aquecer e confortar o corpo. Para esta temporada, marcas como Plural, Manzan e Molett (foto) mostraram a versatilidade do tecido em peças que vão além da tradicional jaqueta esportiva. Destaque para os moletons com um leve acabamento de plástico e encerados, que conferem um brilho delicado e pra lá de especial.

FOTO: Ze Takahashi / FOTOSITE
z

Franjas

Responsáveis por conferir um movimento todo especial ao look, as franjas ressurgiram na passarela do Minas Trend arrematando blusas e vestidos de marcas como Plural e Manzan (foto). No segmento moda festa, as versões aparecem bordadas artesanalmente, com muito brilho e glamour. Já para o dia a dia, a pedida são as tramas bem fininhas, com uma pegada anos 20, bem melindrosa. Pode usar, sem hesitação.

FOTO: Ze Takahashi / FOTOSITE
dd

Plumas

Para dar certo ar de leveza, muitas marcas arremataram suas peças com plumas bem delicadas, como a Chocker (foto). Na moda festa, as plumagens dão acabamento nas barras de vestidos bordados, conferindo ainda mais glamour para as festas. Elas são vedetes também em sapatos e acessórios, para quem quer investir só nos detalhes.

 

O que achou deste artigo?
Fechar

Quando o inverno chegar
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter