Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Urbana e moderna

Às vésperas do aniversário de BH, Pandora destaca grifes da cidade que se norteiam pela arte

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 10/12/17 - 03h00

A moda é fluida e, muitas vezes, ultrapassa fronteiras. Mas, claro, também traz características do lugar onde nasce. Belo Horizonte, mais do que nunca, tem sido reduto para os apaixonados pelas tendências contemporâneas. Marcas criadas aqui crescem refletindo o que é ser belo-horizontino, sem abrir mão de características que levaram a produção de Minas ao reconhecimento nacional, como o cuidado nos detalhes, o acabamento e o bordado.

Os vanguardistas trilham um caminho de sucesso e continuam em plena atividade interligados à cidade, como Ronaldo Fraga, que abriu seu novo espaço em um casarão da década de 1920, no bairro Funcionários, na região Centro-Sul da capital. Já a nova safra segue surpreendendo em desfiles, a exemplo de Tatiana Marques, que destacou-se no Minas Trend deste ano pelos seus calçados durante o desfile da marca mineira LED.

Foi com a ideia de unir as gerações, mostrando a efervescência da moda de rua da cidade, que chega a seus 120 anos, que o Pandora propôs a uma equipe afinada de profissionais o desafio de montar um editorial.

“A moda mineira está se renovando. Saiu um pouco da ideia de marcas de moda festa e está em um cenário mais urbano. Tem um design arrojado e muito potencial”, comenta a responsável pela edição de moda, Andrea Kanter. “Fizemos a união de marcas mais antigas no mercado e superconceituadas, como Patrícia Motta, com outras que estão começando a mostrar a cara, como Molett. O critério na escolha das marcas veio por uma sintonia de estilos: elas se unem por algum tipo de participação artística ou por terem um DNA voltado para as artes”, completa.

O resultado foi a compilação de nomes prestigiados e adorados, em sintonia com a paisagem urbana, que também tem se reinventando graças ao trabalho de grafiteiros independentes e de projetos como o Cura: Circuito Urbano de Arte, que entre julho e agosto inaugurou imensos painéis visíveis a partir da rua Sapucaí (antes abandonada e, mais recentemente, revitalizada) e que volta a fazê-lo, nos próximos dias, agora por conta das comemorações do aniversário da capital.

“Queríamos valorizar uma Belo Horizonte nova, não só aquele padrão, da Pampulha, mostrando espaços que já conhecemos muito. E a capital mineira é uma das cidades que têm o grafite e a arte fortes. Nacionalmente, a cidade é lembrada como porta de entrada do Inhotim, por exemplo (principal museu de arte contemporânea ao ar livre no país), e a moda produzida aqui tem isso forte, de ser artística, com novas modelagens”, observa Andrea.

A tendência do editorial, portanto, é a da moda street, mostrando uma mulher contemporânea, cosmopolita, trazendo sobreposições e mistura de cores.

FOTO: Henrique Gualtieri/divulgação
Ad

Camisa e colete: Virgilio Andrade

Saia: Fedra

Meias: Acervo

Sapatos: Nuu Shoes

FOTO: Henrique Gualtieri/divulgação
AD

Vestido: Frutacor

Calça pantacourt: Virgilio Andrade

Meias: Acervo

Sapatos: Nuu shoes

Brinco e pulseiras: Carlos Penna

Bolsa: Diwo

FOTO: Henrique Gualtieri/divulgação
AF

Calça e vestido: Ronaldo Fraga

Meias: Acervo

Sandálias: Tatiana Marques

Brinco: Carlos Penna

Bolsa: Molett

FOTO: Henrique Gualtieri/divulgação
d

Colete: Patrícia Motta

Vestido: Molett

Calça: Ronaldo Fraga

Meias: Acervo

Sapatos: Nuu Shoes

Brinco e pulseira: Carlos Penna

Bolsa: Diwo

Ficha técnica

Modelo: Vittoria Lapertosa (Mega Model)

Fotógrafo: Henrique Gualtieri

Edição de moda: Andrea Kanter

Assistente de foto: Sanzio Melo

Beauty: Rodrigo Caetano 

Produção executiva: Lorena K. Martins

O que achou deste artigo?
Fechar

Urbana e moderna
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter