Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Confirmado

Estudo liga esclerose à falta de vitamina D 

Pesquisa traz dados sobre o que havia sido observado em doentes

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
C-G
O sol é necessário para a fixação da vitamina D no corpo humano, dizem especialistas
PUBLICADO EM 26/08/15 - 03h00

Miami, EUA. Um estudo divulgado ontem confirmou o vínculo entre baixos níveis de vitamina D e um alto risco de sofrer de esclerose múltipla, uma descoberta que segundo os especialistas ajudará a melhorar os tratamentos e a prevenção.

Estudos já haviam encontrado uma associação entre os níveis de vitamina D – obtida através da exposição à luz solar e da ingestão de alguns alimentos – e a esclerose múltipla (EM), uma doença autoimune que afeta os nervos cerebrais e da medula espinhal e cuja causa e cura são desconhecidas.

Mas a última pesquisa, liderada por Brent Richards da Universidade Canadense McGill e publicada nesta semana pela revista especializada “PLOS Medicine” analisa a associação genética entre ambos fatores em uma população de 145 mil pessoas com EM e 24 mil indivíduos sem a doença.

O estudo revelou que pessoas que têm geneticamente baixos níveis de vitamina D enfrentam o dobro de risco de ter esclerose múltipla, doença frequentemente diagnosticada entre os 20 e 50 anos.

O que achou deste artigo?
Fechar

Confirmado

Estudo liga esclerose à falta de vitamina D 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter