Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Alimentação

Substância no queijo prolonga a vida e pode prevenir câncer

Espermidina é encontrada também em cogumelos, grãos e nozes e seria aliada do fígado

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
queijo
Faz bem. Pesquisadores descobriram que os queijos, principalmente os envelhecidos, contêm espermidina, que favorece a saúde
PUBLICADO EM 06/05/17 - 03h00

NOVA YORK, EUA. Todos que acompanham as notícias de estudos científicos já perceberam que alimentos como café e ovo vão de mocinho a vilão em semanas, conforme surgem descobertas sobre suas propriedades – algumas apontam potenciais de cura, outras levantam conclusões sobre riscos para o organismo. Agora, o queijo parece ter entrado nesse embate. Isso é o que mostram pesquisas com conclusões diferentes sobre esse item indispensável na mesa dos mineiros.

O primeiro estudo traz um alento. Pesquisadores da Universidade Texas A&M, nos Estados Unidos, descobriram que uma substância contida em alimentos como queijos envelhecidos, cogumelos, grãos e nozes pode prolongar a vida e prevenir o câncer de fígado e a fibrose hepática, mesmo em pessoas predispostas a contrair essas doenças.

Segundo o estudo publicado na revista “Cancer Research”, a substância conhecida como “espermidina” foi introduzida por via oral em ratos de laboratório, do início até o fim de sua vida, e os cientistas observaram que eles viveram mais do que aqueles que não receberam a substância – o aumento foi de até 25%.

“Em seres humanos, isso significa que, em vez de uma média de 81 anos, as pessoas podem passar dos 100 anos. É um aumento drástico”, afirmou o pesquisador Leyuan Liu. Além disso, as cobaias que receberam espermidina tiveram menos câncer de fígado e fibrose hepática, mesmo quando tinham uma predisposição natural.

Os especialistas explicam, no entanto, que, para conseguir esses resultados, é preciso começar a ingerir a espermidina o mais cedo possível, de preferência logo que a criança inicia a ingestão de alimentos sólidos. Nos experimentos em animais de idade mais avançada, o aumento da longevidade foi de apenas 10%.

Os pesquisadores avaliam que os efeitos colaterais da espermidina são mínimos, uma vez que ela é encontrada em alimentos e no próprio corpo humano, tendo sido detectada pela primeira vez no esperma do homem, o que deu origem ao nome. O próximo passo será testar esse composto em seres humanos.

Liu apresentou ainda uma ideia de uso para a espermidina. “Imagina se colocarmos espermidina nas garrafas de cerveja. Ela equilibraria o álcool e ajudaria a proteger o fígado”, disse.

Mulheres. Por outro lado, consumir quantidades elevadas de cheddar e cream cheese pode aumentar em 53% o risco de desenvolvimento de câncer de mama nas mulheres. Isso, na verdade, pode estar associado à gordura contida nesses tipos de queijo.

Mas os derivados do leite, de maneira geral, reduzem em 15% o risco da doença. Já o consumo de iogurte leva a 39% menos chances da doença.

As conclusões são de um estudo liderado por Susan McCann, do Departamento de Prevenção e Controle do Câncer do Roswell Park Cancer Institute, em Buffalo, nos Estados Unidos. A equipe identificou que, embora alguns produtos derivados do leite favoreçam a dieta como um todo, o impacto desses alimentos é real na saúde da mama.

Para o estudo, eles revisaram dados de 1.941 mulheres com câncer de mama e 1.237 sem a doença. Elas preencheram um questionário de frequência alimentar que detalhava a quantidade total de laticínios que consumiam a cada mês.

Os cientistas ressaltaram que a dieta é responsável por 30% de todos os cânceres, mas esperam novos resultados para compreender melhor a interação entre derivados do leite e tumores.


Curiosidades

Proteína. Quanto mais maturado (contrário de fresco) for o queijo, mais rico em proteína. Porém, ele tem alto teor de gordura, exigindo moderação.

Cálcio. O provolone é o queijo com a maior quantidade de cálcio, importante para fortalecer a estrutura óssea do corpo e evitar a osteoporose. Mas é rico em gordura.

O que achou deste artigo?
Fechar

Alimentação

Substância no queijo prolonga a vida e pode prevenir câncer
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter