Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Belo Horizonte

Pontos turísticos viram bordados em exposição

Em homenagem aos 120 anos da capital mineira, a Biblioteca Pública mostra trabalhos desenvolvidos por participantes de sua Oficina de Bordado, em parceria com o Projeto Mãos que Bordam

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
vb
Praça do Papa em bordado a ser exposto na Biblioteca Municipal
PUBLICADO EM 07/12/17 - 18h49

Como parte das comemorações do aniversário de 120 anos de Belo Horizonte, a Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais promove a exposição Pontos Bordados, que será aberta na próxima segunda-feira (dia 11 de dezembro). A mostra traz cerca de 120 trabalhos que ilustram os diversos pontos turísticos da capital mineira, como a Igreja da Pampulha, a praça do Papa, o Pirulito da praça Sete, o Mercado Central, o Parque Municipal, a praça da Liberdade e o Mineirão. Com entrada franca, a exposição acontecerá no hall do setor de Coleções Especiais até 31 de janeiro de 2018.

Pensada a partir da Oficina de Bordados, ministrada ao longo deste ano na biblioteca, a exposição apresenta obras dos participantes do curso, promovido em parceria com o Projeto Mãos que Bordam, da professora e psicopedagoga Fátima Coelho. Com o objetivo de resgatar a memória afetiva através do bordado, a iniciativa envolveu mais de 65 pessoas, a maioria da terceira idade e alunos da escola de moda da UEMG. Do total dos participantes, 35 alunos vão receber o diploma no dia da abertura da mostra. “Tanto a oficina quanto a exposição evidenciam a importância de se promover um espaço em que a população idosa possa desenvolver sua capacidade artística”, pontua Eliani Gladyr, coordenadora do Setor de Coleções Especiais da Biblioteca.

“A biblioteca tem cumprido esse papel e ainda aberto espaço para os jovens, promovendo uma saudável troca de experiências”, completa Eliani.

As obras que compõem a exposição utilizam as técnicas do bordado crazy (união de vários tecidos e retalhos com bordados variados), do bordado matiz – pintura de agulha (ponto reto irregular em formato de figuras), do livre (modo livre de emprego do ponto), do stumpwork (bordado em relevo, tridimensional) e da feltragem (confecção do tecido utilizando lãs de merino). Para Fátima Coelho, a mostra com trabalhos realizados pelos participantes da oficina traduz a importância do trabalho desenvolvido. “Quando você vê uma obra sua exposta, a relação com o objeto muda. É um trabalho de valorização do ser por meio do bordado”, avalia Fátima.

Serviço

Exposição Pontos Bordados –  120 anos de Belo Horizonte
Abertura: 11 de dezembro, às 15h
Duração: de 11/12/2017 a 31/01/2018
Horário: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h
Local: Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais - Hall das Coleções Especiais (praça da liberdade, 21
Informações: 3269-1228
Entrada: Gratuita

O que achou deste artigo?
Fechar

Belo Horizonte

Pontos turísticos viram bordados em exposição
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter