Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Preconceito?

Mulheres dão um basta no machismo velado

Elas são interrompidas quando falam e têm suas ideias 'roubadas'

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
a
PUBLICADO EM 16/08/15 - 03h00

Achar que as mulheres dirigem mal, mesmo quando os números de acidentes mostram o contrário, acreditar que um homem que faz as tarefas domésticas está “ajudando” a esposa, pensar que elas não entendem de futebol e carros. Frequentemente nos esbarramos em situações machistas, mas muitas acabam passando desapercebidas porque parecem inofensivas ou se disfarçam de falta de educação ou piada.

Para identificar esses comportamentos “invisíveis” eles foram batizados, em inglês, como: manterrupting (homens que interrompem), bropriating (junção de bro – brother – e appropriating – apropriação), mansplaining (combinação das palavras homem e explicar) e gaslighting (baseado em um filme homônimo, de 1944) e indicam uma série de situações machistas.

Veja vídeo

Um pequeno dicionário com os termos foi publicado pelo site Think Olga, de uma ONG brasileira dedicada ao empoderamento feminino, e já foi compartilhado mais de 1.300 vezes pelas redes sociais. Segundo a manager de conteúdo e comunidade do site, Luíse Bello, os termos surgiram como gírias, mas “alguns já estão bem estabelecidos”. “É uma forma de machismo muito sutil em que a mulher acaba tendo menos voz em determinados ambientes”, afirma.

Um exemplo é a cantora Björk, que revelou que para ter suas ideias ouvidas, ela dava um jeito de fazer com que parecesse que tivessem partido de um homem. “Quando a fala da mulher é ignorada e a do homem não, sendo que a única diferença entre os dois é o sexo, é machismo”, ressalta Luíse.

Desenvolvedora de software em São Paulo, Ariani Martins, 24, foi uma das mulheres que compartilharam o texto por ter se identificado em várias situações, principalmente no ambiente de trabalho. “Eu tinha acabado de ensinar algo novo a um colega e no mesmo minuto, ao mostrar para outro, ele tomou aquilo como dele. Percebi que eu não era culpada quando passei a mudar as minhas atitudes”, conta.

Marcio Strzalkowski, 35, trabalha com segurança privada, em Porto Alegre, e se define como um “machista à moda antiga – onde os machos de várias espécies assumem a responsabilidade de cuidar de suas companheiras e de seus filhotes”, e não concorda com os termos. “Afirmar que estes pequenos atos de falta de educação definem os homens é tão injusto quanto eu afirmar que estes mesmos atos definem as mulheres”, pondera.

Cultura enraizada. De Aristóteles a Woody Allen, as frases misóginas reunidas no livro “Dicionário Machista – Três mil anos de frases cretinas contras as mulheres”, da professora Salma Ferraz, mostram como o discurso vem se repetindo sempre carregado de preconceito, e que ainda há muito a conquistar.

Entenda os novos termos que definem algumas atitudes machistas

Mansplaning. Quando um homem dedica seu tempo para explicar algo óbvio a uma mulher, como se ela não fosse capaz de compreender.

Bropriating. Quando, em uma reunião, um homem sem apropria da ideia de uma mulher e leva o crédito por ela.

Manspreading. Quando no ônibus ou no metrô o homem se espalha praticamente ocupando dois bancos, se comportando com uma postura espaçosa que tem a ver com privilégio masculino.

Manterrupting. Quando uma mulher não consegue concluir sua frase porque é constantemente interrompida pelos homens ao redor.

Gaslighting*. Violência emocional por meio de manipulação psicológica, que leva a mulher e todos ao seu redor acharem que ela enlouqueceu ou que é incapaz.

(*) 1944 foi o ano de lançamento do filme Gaslight que deu origem ao termo. Nele, o personagem começa a desenvolver uma série de artimanhas para que a esposa acredite que enlouqueceu.

O dicionário machista

"A mulher pode ser definida como um homem inferior"
Aristóteles

"Chamar uma mulher de galinha é uma ofensa. Coitada da galinha, que vive à disposição do galo, na hora que ele quiser"
Carmen Miranda

"Só o homem deve dizer algo, e a mulher se dispor a fazê-lo"
Mahatama Gandhi

"O melhor movimento feminino ainda é o dos quadris"
Millôr Fernandes

"Os homens distinguem-se pelo que fazem; as mulheres pelo que levam os homens a fazer"
Carlos Drummond de Andrade

 

O que achou deste artigo?
Fechar

Preconceito?

Mulheres dão um basta no machismo velado
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (4)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter