O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Economia

CDL projeta Dia das Crianças melhor que no ano passado

Previsão é de aumento, mesmo que pequeno

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Cenário
Brinquedos deverão ser os mais vendidos no 12 de Outubro
PUBLICADO EM 10/10/17 - 20h21

Na semana em que se comemora o Dia das Crianças, o comércio espera um resultado um pouco melhor do que as vendas do ano passado. Pelo menos é isso que apontam as entidades representativas do setor.

“Estamos com perspectivas porque o mercado está com sinais de melhora. Neste ano, por exemplo, os dias das Mães, dos Pais e dos Namorados superaram as vendas do ano passado mesmo que em um percentual pequeno. Para esse 12 de outubro prevemos aumento de 1,5% a 2% nas vendas”, disse o presidente da CDL-Betim, José Barboza.

No país, o volume de vendas para o Dia das Crianças deverá registrar crescimento de 3,4% neste ano, o melhor desempenho desde 2013, segundo projeção da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Porém, alguns lojistas não estão otimistas. “Eu não espero grandes vendas, pois a situação ainda não melhorou. O Dia das Crianças não tem mais aquele apego que tinha antes, e o movimento nesta semana está fraco. Por isso, não estou muito otimista, e acredito que os brinquedos mais vendidos serão os mais populares”, afirmou o lojista Anivair Maia.

Conforme o Procon de Betim, os produtos devem trazer informações claras sobre suas características, conteúdo da embalagem, instruções de uso e montagem, faixa etária, preço e garantia, além do selo de certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). “Caso algum produto apresente qualquer defeito, o fabricante/comerciante, tem até 30 dias para reparar e entregar o brinquedo em perfeitas condições ao comprador”, explicou a superintendente Luana Guimarães.

O que achou deste artigo?
Fechar

Economia

CDL projeta Dia das Crianças melhor que no ano passado
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter