O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Saúde

Hospital Regional reabre 44 leitos de internação

Melhoria só foi possível após contratação de 198 profissionais por processo seletivo

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
1
Internado há 50 dias, Antônio foi transferido do pronto-socorro para o 2º andar do hospital
PUBLICADO EM 09/11/17 - 19h43

Nos últimos anos, ao andar pelo pronto-socorro do Hospital Regional, o que se via era um cenário de caos: corredores superlotados, com pacientes em macas, se submetendo a condições precárias e ainda correndo o risco de contaminação; além de profissionais sobrecarregados, tendo que se desdobrar para atender uma quantidade de usuários muito acima da recomendada. Mas, desde o último sábado (4), essa situação começou a mudar. Com a reabertura de 44 leitos nos andares da pediatria, da clínica médica e da clínica cirúrgica da unidade, o hospital voltou a oferecer 100% da sua capacidade operacional, reduzindo drasticamente o número de pacientes nos corredores do pronto-socorro, que até então funcionavam como enfermaria improvisada.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Guilherme Carvalho, essa medida foi possível graças à contratação de 198 profissionais para atuar na Saúde de Betim, neste ano, o que contribuiu para ampliar a capacidade de atendimento e a melhoria assistencial da unidade. “A contratação desses profissionais foi feita por meio de um Processo Seletivo Simplificado. Grande parte deles, ou seja, 140, foram encaminhados para o Regional. Agora, podemos contar com os serviços de 89 técnicos em enfermagem, 30 enfermeiros, seis bioquímicos e 15 técnicos de laboratório, que estavam em falta na unidade, e que nos impossibilitava de reabrir esses 44 leitos. Os demais profissionais foram para Unidades Básicas de Saúde (UBSs), para o Centro de Especialidades Odontológicas e para a Vigilância à Saúde da rede”, disse.

Diretora do hospital, a enfermeira Patrícia Evangelista Silva Pereira explicou que o fechamento dos leitos nas unidades de internação dos andares, em junho de 2016, por falta de profissionais, ocasionou um gargalo imenso no  pronto-socorro. “Desde então, os pacientes tiveram que ficar acomodados nos corredores, o que trouxe um desconforto imenso para eles e para os acompanhantes. Nessa situação, o risco de um paciente passar infecção para outro também era enorme, já que as camas ficavam muito próximas, e eles acabavam encostando um no outro. Já os funcionários tinham que atuar em ambiente desorganizado e com sobrecarga de trabalho”, explicou.

Agora, com a reabertura dos leitos, a diretora falou sobre as melhorias que serão proporcionadas aos pacientes e trabalhadores. “O trabalho dos profissionais do pronto-socorro se tornará mais humano e com menos sobrecarga. Também poderá haver um maior giro nos leitos da urgência e as unidade de internação, nos andares do hospital, poderão admitir pacientes debilitados. Também conseguiremos fazer uma escala cirúrgica maior na unidade, porque teremos mais leitos para admissão de pacientes, e poderemos acolher mais crianças que ficam aguardando vaga nas Unidades de Ponto-Atendimento (UPAs) da cidade. Tudo isso vai nos possibilitar dar uma condição assistencial mais segura, de qualidade e humanizada para todos”, finalizou Patrícia.

Internado no hospital há 50 dias, depois de sofrer uma paralisia e perder a firmeza das duas pernas, Antônio Odilon Ferreira foi um dos beneficiados com as mudanças. “Eu ficava em uma maca, no corredor do pronto-socorro. Agora, fui transferido para o segundo andar. O quarto em que estou é bem mais confortável e mais tranquilo para dormir. Fora que as enfermeiras conseguem me dar mais atenção”, contou.

Mais 18 leitos

Desde a semana passada, 18 leitos foram liberados nos andares do Regional, depois que o Hospital Evangélico assumiu o atendimento em nefrologia da rede. “Os 18 pacientes com doença renal crônica que até então ficavam internados no hospital para receber tratamento em diálise do hospital receberam alta e ganharam vagas no setor. Assim, conseguimos liberar esses leitos para novos pacientes”, disse Carvalho.

O que achou deste artigo?
Fechar

Saúde

Hospital Regional reabre 44 leitos de internação
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter