O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Visita

Vereadores fazem vistoria a clínicas de reabilitação

Objetivo é verificar estrutura das unidades; comissão levantou problemas em alguns centros que tratam dependentes químicos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Ação
Uma das clínicas visitadas fica no Citrolândia, e foi elogiada pela estrutura
PUBLICADO EM 19/04/17 - 20h48

Os vereadores que compõem a Comissão de Saúde da Câmara Municipal realizaram, na última quarta-feira (19), uma vistoria a algumas clínicas que cuidam de dependentes químicos no município. O objetivo da ação é verificar como é realizado esse trabalho na cidade, identificando os problemas existentes nesses centros terapêuticos e os bons modelos adotados.

Segundo o presidente da Comissão de Saúde, o vereador Elias Araújo (PV), existem hoje cerca de 20 clínicas na cidade, que atendem em média cerca de 30 usuários de drogas. A maioria desses estabelecimentos, de acordo com o parlamentar, é dirigida por associações e entidades sem fins lucrativos, que pedem um apoio do município na realização desse trabalho.

“Decidimos realizar essas visitas porque os diretores desses centros terapêuticos nos pediram apoio para intermediar uma futura parceria com o município, mas, para isso, precisamos entender como esses centros terapêuticos funcionam, verificar se todos possuem alvará e se estão legalizados. Então, os nossos objetivos com as visitas e com as reuniões que estão sendo realizadas são ajudar as clínicas a se regularizarem e estabelecermos um padrão de funcionamento a ser adotado para que, a partir daí, possamos discutir uma futura parceria com o município”, afirmou Araújo.

Na quarta (19), três locais foram visitados pelos vereadores Elias, Elza Aguiar (PP) e Luiz Conexão (PDT). “Em um deles encontramos uma situação mais complicada, porque não havia estrutura adequada para o funcionamento. Além disso, muitas clínicas não são legalizadas”, completou Elias.

Araújo ressaltou que é importante apoiar o trabalho realizado por essas clínicas. “São muitas clínicas terapêuticas que ajudam as pessoas a tratarem o vício. Se considerarmos que cada uma atende cerca de 30 pessoas, estimamos que mais de 600 dependentes químicos são tratados nesses centros. Por isso, precisamos conhecer melhor esse trabalho social para estudarmos possíveis contrapartidas”, ressaltou.

Reunião
Nesta quinta-feira (20), após a realização da vistoria, a Comissão de Saúde se reunirá com os representantes dessas clínicas na Câmara para discutir os problemas encontrados e buscar soluções. A reunião está marcada para acontecer às 9h, e terá a participação do vice-prefeito, Dr. Vinícius Resende (SD). 

O que achou deste artigo?
Fechar

Visita

Vereadores fazem vistoria a clínicas de reabilitação
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter