Recuperar Senha
Fechar
Entrar

João Vitor Cirilo

Três importantes passos para 2018

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 06/12/17 - 03h00

Quando um ciclo se encerra, é impossível não pensar na palavra “recomeço”. É importante parar, fazer avaliações, ver o que deu certo e o que deu errado, e traçar uma rota para o próximo ano. No caso dos três principais clubes mineiros, o passo considerado por mim como um dos mais importantes é: apostar na sequência dos trabalhos.

América, Atlético e Cruzeiro, enfim, conseguirão iniciar uma temporada com os mesmos treinadores que finalizaram o ano anterior. No Coelho, Enderson Moreira, após uma Série B irretocável; no Galo, Oswaldo de Oliveira, depois de uma retomada da motivação no fim do Brasileiro; e, na Raposa, Mano Menezes terá, mais uma vez, essa oportunidade de começar um ciclo na Toca da Raposa.

Entre essas continuidades, a de Enderson Moreira é primordial para os americanos. No retorno à Série A, é importante ter no comando um profissional que conheça o funcionamento do clube e que já siga uma linha de trabalho há um ano e meio, basicamente. Evidentemente, a sequência com a valorização do técnico é um prêmio para um dos melhores trabalhos desempenhados em todo o país na temporada 2017, se não for o melhor.

No Cruzeiro, Mano Menezes obteve neste ano, basicamente, um prêmio. Nas duas temporadas anteriores à frente do time celeste, Mano chegou para salvar a equipe de situações adversas na classificação do Campeonato Brasileiro, de fuga contra o rebaixamento. Enfim, a glória veio com o título da Copa do Brasil.

Aliada a isso, a colocação na elite do principal torneio nacional faz a Raposa retornar à Copa Libertadores, e, sobretudo em um momento de transição de diretorias que claramente não se batem, começar do zero um trabalho também dentro do campo certamente não seria o ideal.

Já no Atlético, ainda que evoluções táticas possam ser vistas com relação aos trabalhos anteriores, o grupo ganhou ainda mais no aspecto confiança com Oswaldo de Oliveira. Ter trazido para o seu lado nomes importantes do elenco fez com que o desempenho técnico obtivesse um salto, e, com os nomes que o mercado oferece, creio que não faria sentido promover uma troca agora.

Fica a expectativa para um ano positivo das três forças do Estado em 2018, ainda que com objetivos diferentes. Ao América, os esforços devem estar focados na formação de um grupo competitivo, capaz de manter a instituição na elite. A afirmação e o crescimento do Coelho nacionalmente passam certamente por isso. A Atlético e Cruzeiro, passos um pouco maiores vão ser definidos conforme a montagem dos elencos, que ainda não apresentam grandes novidades. Resta aguardar.

Feliz 2018. Após 23 colunas escritas neste ano com o lançamento do caderno SUPER FC nos jornais O Tempo e Super Notícia, além de participação diária nos seis meses de estreia da rádio Super Notícia FM, aproveito este espaço para me despedir de vocês, leitores, nesta temporada. Retorno em um mês, após as férias. Bom fim de ano a todos, e que o novo ciclo seja ainda mais positivo.

O que achou deste artigo?
Fechar

Três importantes passos para 2018
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter