Recuperar Senha
Fechar
Entrar

José Reis Chaves

Se Lúcifer é porta-luz, ou seja, a inteligência, o maior Lúcifer é Jesus

Interpretações fizeram uma confusão sobre os demônios

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 20/05/13 - 03h00

Ainda falando de Lúcifer & cia.

A interpretação só literal ou só alegórica de textos da Bíblia levou os cristãos a fazerem uma grande confusão sobre os demônios, os diabos, belzebu, satanás, lúcifer, anjos, inimigo, serpente, dragão etc. E na própria Bíblia isso é confuso.

O Novo Testamento foi escrito em grego, vale, pois, o sentido das palavras gregas, nem sempre corretamente traduzidas. Diabo em grego é “diábolos” (opositor). E Satan e satanás (adversários), ora tidos como espíritos, ora como males. Belzebu é o deus das moscas. Demônio, “daimon” em grego, é alma. Mas de tanto Jesus, os apóstolos, padres e pastores só tirarem demônios maus das pessoas, pois os bons não perturbam ninguém, os demônios passaram a ser entendidos erradamente como sendo apenas espíritos maus.

Mas se demônio é alma, existem também os bons e até os santos demônios. Sócrates dizia: “Meu demônio me ajuda”. E Platão foi chamado de “demônio divino”. E a prova de que demônios é que são seguramente espíritos é que Jesus só tirou demônios das pessoas, e não diabos, satanases, Lúcifer, serpentes e dragões! E há também os anjos maus, que são as mesmas almas ou demônios maus.

O espiritismo trouxe muita luz para o conhecimento dos espíritos, estudando-os cientificamente.

A origem da palavra Lúcifer (porta-luz) vem do latim: “ferre” (transportar) e “lucis” (luz, clarão, aurora). No grego é “eosfóros” (portador da aurora), daí o fósforo. Lúcifer é também a estrela d´alva. E, figuradamente, é o intelecto, a inteligência.

“Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva... Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações! Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus, exaltarei meu trono... Subirei acima das mais altas nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. Contudo serás precipitado para o reino dos mortos, no mais profundo do abismo” (Isaías 14: 12 a 15). Aqui Lúcifer parece ser demônio ou alma má. “Ora, se Deus não poupou a anjos quando pecaram, antes os precipitando no inferno (tártaro), os entregou a abismos de trevas, reservando-os para juízo” (2 Pedro 2: 4). Aqui cabe também uma interpretação mais literal dos espíritos já angélicos, mas rebeldes e chefiados por Lúcifer. Mas poderia ser também figurada a interpretação, ou seja, a inteligência deles é que dirigiu a rebelião. E se eles foram mandados para baixo, fica a ideia de que eles, realmente, são iguais a nós seres humanos, e que vieram para baixo, o nosso mundo, em encarnações, e que, como nós, serão também submetidos a juízo. Mas não se diz que sua pena é para sempre!

Para muitos teólogos, entre eles o jesuíta Huberto Rohden, Lúcifer (nosso ego ou o joio) é o oposto de Logos (Cristo ou o trigo que está em nós), e o ego é necessário para dar mais valor à vitória do nosso Cristo interno contra o nosso ego luciférico.

Mas se lúcifer significa também inteligência, razão, porta-luz, luz que nos ilumina, o maior Lúcifer é mesmo Jesus Cristo!

- Na Rede Mundo Maior, por parabólica, ou no www.tvmundomaior.com.br, o “Presença Espírita na Bíblia”, com Celina e este colunista, nas quintas-feiras, às 20h, e nos domingos, às 23h.

- Para suas perguntas e sugestões: presenca@tvmundomaior.com.br. E, na Rede TV, o “Transição”, aos domingos, às 16h15 e outros horários da madrugada.

- Parabéns ao O TEMPO pelo seu novo portal, de Primeiro Mundo, e pelos seus 11,4 milhões de visitantes, em março de 2013.

O que achou deste artigo?
Fechar

Se Lúcifer é porta-luz, ou seja, a inteligência, o maior Lúcifer é Jesus
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (5)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter