Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Meu Dinheiro

Quem casa quer casa?

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 23/08/17 - 03h00

“Estou noivo e vou me casar no fim de 2018. Estou conversando com minha noiva sobre nossas opções de moradia. Minha família e a dela insistem para que a gente compre um imóvel. Eles falam que quem casa quer casa. Mas eu e ela estamos refletindo melhor não sabemos se é o momento mais adequado. Temos já uma quantia economizada, além do FGTS meu e dela. Mas esse valor ainda é insuficiente para comprar um apartamento. Teríamos que financiar uma boa parte. E pagar juros me deixa de cabelo em pé. Estamos pensando em alugar um imóvel e continuar economizando. E, quando tivermos o valor suficiente, nós compramos nossa casa. Também existe uma alternativa: entrar em um consórcio. O que você acha? Estamos certos ou seria melhor seguir o que estão sugerindo os nossos familiares?”. (Leonardo – Divinópolis/MG)

Leonardo, a primeira coisa importante é conversar bastante com sua noiva. Resolver juntos essa questão vai trazer um aprendizado importante na relação de vocês, e ter um impacto positivo no futuro.

Vamos então às questões que você coloca. Na aquisição de qualquer produto, a melhor opção é ter o valor suficiente para comprar o produto à vista. Com isso, temos um grande poder de barganha para negociar com o vendedor o melhor preço para o produto ou serviço. Neste momento, vocês não têm o valor suficiente para comprar o imóvel que pretendem. Teriam então de recorrer a um financiamento. E o financiamento tem juros. Apesar de estarem entre os menores dentre as opções de crédito, o crédito imobiliário ainda é caro no Brasil. Isso faz com que o gasto final com o imóvel seja alto.

Alugando, vocês terão mais tempo de juntar dinheiro. É importante buscar um imóvel menor ou mais distante, o que acaba garantindo um valor de aluguel menor. E, assim, poderão economizar um valor maior do orçamento mensal. Além disso, podem passar a destinar todos os extras que vocês recebem ao longo do ano para essa economia (como, por exemplo, 13º salário, adicional de férias e eventual participação de lucro recebida). E, nesse período, o FGTS de vocês também vai crescer. Ele crescerá, a cada ano, o valor de um salário bruto recebido.

Em relação ao consórcio, ele pode ser uma alternativa. Mas importante conhecer algumas características deste produto. Duas são as formas de aquisição da carta de crédito que permitirá a aquisição do imóvel: sorteio ou lance. Sorteio tem a ver com sorte. Você corre o risco de ser sorteado somente no final do prazo do grupo. Para o lance, você precisa dar um valor superior aos outros consorciados. E tem uma chance mensal. No início dos grupos, os valores costumam ser bem altos. Com o passar do tempo, eles tendem a cair.

Uma preocupação importante é levantar todos os custos do consórcio. As empresas cobram uma taxa de administração e também podem cobrar outros valores, como fundo de reserva e seguro. Isso acaba aumentando o valor desembolsado ao longo do tempo. Também é fundamental que você busque informações sobre a empresa que irá administrar o grupo. O Banco Central é a autoridade responsável por fiscalizar as administradoras. Busque informações.

Por fim, fique atento ao mercado de imóveis. O momento está muito favorável aos compradores. Existe uma oferta grande de imóveis. Pode ser que vocês consigam garimpar uma grande oportunidade. E isso pode alterar toda a reflexão que fizemos, tornando, por exemplo, bem mais atrativa a alternativa do financiamento.

Planeje bons hábitos para 2017. Invista em sua educação financeira. Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/harpiafinanceiro.

Mandem dúvidas e sugestões para o e-mail carloseduardo@harpiafinanceiro.com.br

O que achou deste artigo?
Fechar

Quem casa quer casa?
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter