Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Pastor Márcio Valadão

A riqueza da bênção

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 14/11/17 - 03h00

No capítulo 10 de Provérbios, versículo 22, Salomão escreve: “A bênção do Senhor enriquece, e, com ela, ele não traz desgosto”. Algumas pessoas imaginam que riqueza é apenas possuir dinheiro, mas quem tem dinheiro possui somente o dinheiro. Riqueza é outra coisa, completamente diferente. Riqueza é sabedoria, é a comunhão com o Senhor. Riqueza é a certeza da presença de Deus. Em outra versão, lemos: “A bênção do Senhor Deus traz prosperidade, e nenhum esforço pode substituí-la”. Temos o privilégio de vivermos assim, abençoando e sendo abençoados.

Em Romanos 16,20, encontramos uma bênção gloriosa, que nos ensina que podemos e devemos abençoar nosso próximo usando tais palavras. E seria algo glorioso se você abençoasse usando estas palavras: “E o Deus da paz, em breve, esmagará, debaixo dos vossos pés, a Satanás. A graça de nosso Senhor Jesus seja convosco”. Obviamente, não me refiro a algo decorado, falado ao vento. Não. É algo que deve servir de exemplo. Essas palavras demonstram o poder de Deus, e quando reconhecemos o poder do Altíssimo e acreditamos que nos foi dado, por ele, autoridade em Cristo Jesus para pronunciarmos palavras que abalam as estruturas do inferno, entendemos que temos armas verbais para lutar contra os intentos de Satanás.

Há pessoas que, muitas vezes, abrem a boca para saudar os outros apenas por conveniência. Por dentro, estão morrendo de ódio, de raiva, com os dentes trincados. Por obrigação, dizem: “Bom dia”. A bênção é mais do que uma saudação. Eu quero que vocês, meus amados irmãos, entendam que a bênção que proclamamos não é apenas uma verbalização, não é apenas um som.

Quando realmente transmitimos a bênção, ela verdadeiramente alcança a pessoa. Quantas vezes, diante de algumas situações, o inimigo começa a dizer para você: “Olha, Ele não se importa com você, com sua vida, com sua necessidade; não está nem aí para o que se passa em sua vida”. Mas tudo isso é uma grande mentira, pois a Bíblia nos revela que: “A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós”.

Por isso, precisamos trazer à memória aquilo que pode nos dar esperança (veja Lamentações de Jeremias 3,21), porque conhecemos a graça do Senhor Jesus Cristo. Quantas vezes encontramos um irmão e ele está triste, cabisbaixo, sem ânimo, e quando abrimos nossa boca e dizemos para ele: “A graça do Senhor Jesus seja com você”. Ele responde: “Amém”. A Palavra, que é viva, começa a funcionar, a produzir os seus frutos. “O Senhor o abençoe e o guarde. O Senhor faça resplandecer seu rosto sobre você e tenha misericórdia da sua vida. O Senhor sobre você levante o rosto e dê a você paz” (Números 6,24-26).

Não é apenas um gesto, um ato religioso. Não mesmo! Porque nossa fé é muito mais do que uma religião. Cremos que as coisas acontecerão, porque assim o Senhor Jesus nos ensinou.

Deus abençoe!

O que achou deste artigo?
Fechar

A riqueza da bênção
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter