Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Raquel Faria

BH é uma festa

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
PUBLICADO EM Mon Feb 12 03:00:41 BRST 2018

BH é uma festa

O Carnaval de Belo Horizonte mudou de patamar este ano. Virou destino dos jovens de toda a área metropolitana, mantém multidões de foliões nas ruas dia e noite, passou a integrar o roteiro da folia na mídia nacional. 2018 está sendo o ano da consagração do Carnaval de Belo Horizonte, já reconhecido como um dos cinco maiores do país. A festa começou em 2010 pela ação espontânea de ‘bloqueiros’ e tomou impulso com estímulos da Belotur a partir de 2012, na gestão Lacerda. Com a chegada de Kalil, a aposta na folia foi dobrada, tudo cresceu em grandeza. No governo Kalil, a PBH se entregou de cabeça ao evento. E a capital mineira se rendeu de vez ao Carnaval.

Todos os sons

A musicalidade mineira exibe no Carnaval de BH toda a sua força criativa e o resultado é uma diversidade incrível de sons e ritmos na cidade, com cada bloco fazendo o próprio estilo. O Sexta Ninguém Sabe toca rock e samba enredo e o Baianas Ozadas somente axé; o Padecendo no Paraíso prioriza músicas infantis e pop, enquanto o Magnólia traz o jazz do Mardi Grass, festa tradicional de Nova Orleans (EUA); já o Pacato Cidadão resgata a música mineira. Muitos blocos investem na criação das marchinhas, que sempre fizeram o melhor Carnaval dos brasileiros.

Agenda mineira

Lula confirmou sua vinda a Minas no próximo dia 21, para o seu primeiro grande ato de pré-campanha desde a condenação no TRF-4. Na sexta-feira, assessores do ex-presidente acertavam com o PT a agenda que ele cumprirá no Estado. Uma agenda que está sendo encorpada com novos eventos.

“Survival” 2018

As direções dos partidos pequenos com representação na Câmara de Belo Horizonte têm encorajado seus vereadores a disputarem mandato de deputado federal. Os caciques querem seus puxadores de votos em campanha para ajudar as siglas a atingirem o desempenho mínimo (1% da votação de nove Estados e 1,5% do país). É uma estratégia para sobreviver à mortandade de legendas esperada nessas eleições com a vigência das novas cláusulas de barreira.

Rinha estadual

Um grupo de vereadores se prepara para concorrer a uma vaga na ALMG. Destacam-se na lista dos potenciais candidatos a deputado estadual na CMBH: Doorgal Andrada pelo PSD, Professor Wendel pelo PSB, BIM da Ambulância pelo PSDB e Branco pelo Avante. A lista inclui ainda o ex-presidente da casa, Wellington Magalhães, que deve migrar para o PSDC.

Relaxa e deixa

O apoio das autoridades, sem dúvida, é um fator essencial no sucesso do Carnaval. E esse apoio em Belo Horizonte pode ser medido pelas palavras de uma atendente da PM a um cidadão que ligou na madrugada de sexta para sábado, assustado com o barulho na avenida Getúlio Vargas: “Relaxa senhor, é só Carnaval. E o bloco está autorizado”.

FOTO: Anna Castelo Branco/Rede Fotonovela/divulgação

Cristina Brito, Leonardo Campelo, Aline Campelo e Eduardo Lingordo

Pai dos pobres

O ex-presidente quer ir ao assentamento Glória, em Uberlândia, onde se abrigam 3.000 famílias. Se houver tempo, ele poderá visitar um segundo acampamento, em Betim, antes de encerrar a excursão mineira com o principal evento, um ato à noite no Expominas, em Belo Horizonte. A agenda deixa evidente o enfoque do ex-presidente nos extratos mais baixos da pirâmide social. Cada vez mais Lula vai assumindo o perfil de pai dos pobres.

Nomes a postos

Entre os que já atenderam ao apelo dos partidos estão Juliano Lopes, que disputará pelo PTC, e Catatau da Itatiaia, pelo PSDC. Fernando Borja sairá pelo Avante, depois de convencido pelo chefe da sigla, deputado Luis Tibé. Outros dois vereadores vão tentar vaga na Câmara Federal por legendas médias, que não devem ter dificuldades para atingir a votação mínima: Elvis Côrtes disputará pelo PSD e Juninho Los Hermanos pelo PSDB.

O que achou deste artigo?
Fechar

BH é uma festa
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (12)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter