Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Vida Saudável

A minha mãe 

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 13/05/17 - 03h00

Significados sobre a palavra mãe existem vários, como sendo uma pessoa que protege e cuida, ou aquela que dá origem ou, simplesmente, aquela que dá à luz e cria. Para mim, a maternidade tem um significado mais amplo e que insiste em não conseguir explicar a enormidade em torno de um tema que transcende as palavras. Mãe é amor incondicional. Mãe, certamente, é coisa de Deus. A coluna de hoje é dedicada a todas as mães e, especialmente, à minha amiga e mãe querida Tânia Diniz.

Mãe, você sempre viveu e buscou o melhor para a casa e para os filhos. Aliás, cuidar e formar quatro filhos não é tarefa fácil. A Tânia não é somente mãe, é amiga, companheira e dedicada. Trabalhou de forma incansável até sua aposentadoria. Deixou rastros de amizade e admiração por onde passou, seja no INPS (o INSS daquele tempo), pelo setor de turismo na diretoria da Goiastur, na Casa do Artesanato etc. Sempre correta e justa com todos. Frequentemente com uma dupla jornada, pois chegava em casa e ia para o “segundo turno” cuidar dos filhos. Ufa! Como conseguiu? Somente sendo uma mãe devotada e guerreira.

As mães de hoje – dos tempos atuais – têm menos filhos (ou até decidem não tê-los), pois a jornada de casa e trabalho absorve mais as mulheres do século XXI. Entretanto, a super Tânia já estava lá, a frente de seu tempo, absorta nos afazeres da casa, dedicada ao trabalho e à criação dos filhos. Muitas vezes, se não na maioria, fez o papel duplo de pai e mãe. Uma fera! Todos os seus caminhos foram de luta, com seus passos firmes, onde sua determinação tinha uma razão: os filhos! Quero te parabenizar pelo seu dia e agradecer a Deus por ter me dado a oportunidade de pertencer ao seu círculo de vida e ter a honra de conviver com você.

Toda a sua vida foi marcada por muitas dificuldades, algumas vitórias, outras derrotas, mas mesmo diante dos problemas e sofrimentos, em seus lábios nunca faltava um sorriso, uma palavra de incentivo. Mãe, você foi um exemplo!

Mãe, uma palavra que consegue armazenar o mundo, pois o coração de uma mãe é infinito e o seu é! Você sempre nos brindou e continua a brindar com seu amor incondicional. Deixo aqui, neste momento, todo amor e admiração que sinto por você. Tanta coisa que você passou, sempre me mostrando que é preciso ter fé na vida, que o amanhã será bem melhor, exatamente como dizia Chico Xavier que “na vida tudo passa”.

Em 2013, dediquei uma coluna a meu pai, que já não estava mais entre nós. Estas palavras são para você, que poderá ler e ouvir, aqui e agora. Ser mãe não é só dar à luz e, sim, participar da vida dos filhos, dando os ensinamentos necessários para voarem sozinhos. Parafraseando o presidente americano Abraham Lincoln: “tudo aquilo que sou, ou pretendo ser, devo a um anjo, minha mãe. Faça uma boa semana, junto de sua mãe.

O que achou deste artigo?
Fechar

Vida Saudável

A minha mãe 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter