Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Vida Saudável

Pensamento acelerado

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 13/04/18 - 13h17

Vivemos em uma sociedade onde excessos ocupam a mente das pessoas, muitas vezes, com coisas inúteis. No nosso atual modelo, tudo ocorre em um ritmo muito rápido e com muita ansiedade. A modernidade alterou o ritmo da construção dos pensamentos e isso gerou sérias consequências para nossa saúde física e mental – a chamada Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA).

Como toda síndrome, a SPA se constitui de um conjunto de sintomas, mas é algo pouco conhecido das pessoas. Ela foi descrita pelo psiquiatra e escritor Augusto Cury, que demonstra uma mente repleta de pensamentos, completamente tomada por informações durante o tempo em que a pessoa está desperta, o que dificulta a concentração, aumenta a ansiedade e desgasta a saúde física e mental. A SPA não consta nos manuais de psiquiatria de transtornos mentais que usamos (CID 10 e DSM IV). Atualmente, deve estar vinculada ao grupo dos transtornos de ansiedade.
O excesso de informações que recebemos das mídias sociais e no dia a dia está dificultando a absorção, a racionalização e apuração das mesmas. Isso interfere no gerenciamento dos pensamentos. Normalmente, essa síndrome surge em pessoas que precisam se manter constantemente atentas, produtivas e que ficam sob constante estresse. Ocorrem, muito comumente, em executivos, profissionais de saúde, escritores, professores e jornalistas. No entanto, tem se observado que até mesmo as crianças e adolescentes têm demonstrado essa síndrome. 

As principais características de uma pessoa com Síndrome do Pensamento Acelerado incluem: ansiedade, dificuldade para se concentrar, ter pequenos lapsos de memória de forma frequente; cansaço excessivo, dificuldade para pegar no sono, irritabilidade, não conseguir descansar o suficiente e acorda cansado, inquietação, intolerância ao ser contrariado, mudança de humor repentina, insatisfação constante, sintomas psicossomáticos como: dor de cabeça, nos músculos, queda de cabelo, gastrite etc. É comum a sensação de que as 24 horas do dia não são suficientes para fazer tudo o que deseja.

O tratamento contra a Síndrome do Pensamento Acelerado deve ser orientado por um profissional especializado, como psicólogo ou psiquiatra. Geralmente, o foco do tratamento mira na melhoria dos hábitos de vida, procurando incluir pausas durante o dia, fazer atividades físicas, incluir momentos de prazer no dia a dia como ouvir uma música, ler um livro, uma meditação etc. Tudo isso com objetivo único de desacelerar os pensamentos.

É ainda aconselhado evitar as longas jornadas de trabalho, fazendo as tarefas relacionadas apenas durante o horário laboral, e tirar férias por curtos períodos de forma mais frequente. Uma boa dica é, ao invés, de tirar um mês de férias, que a pessoa possa usufruir alguns dias de descanso a cada três ou quatro meses, porque assim há mais tempo para recuperar as energias e desligar a mente das tarefas do trabalho e dos estudos. Sigmund Freud disse que o “pensamento é o ensaio da ação”. Concordo, mas desde que o pensamento seja depurado por dias mais tranquilos e menos acelerado. Faça uma boa semana. 

 

O que achou deste artigo?
Fechar

Vida Saudável

Pensamento acelerado
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter