Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Vida Saudável

Treinando o otimismo 

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 15/04/17 - 03h00

Quem não quer ser mais otimista e ter mais autoconfiança? O otimista sabe lidar com os estresses diários e vê nas dificuldades, uma oportunidade para mudar, melhorar e crescer.

Uma pessoa otimista é necessariamente confiante e resiliente, bem como está convencida de que cada problema representa novas possibilidades. Será que pessoas otimistas nascem assim ou podemos adquirir estas características no decorrer da vida?

Mesmo que o otimismo esteja muito relacionado ao bom humor, as duas coisas não são exatamente o mesmo. O otimismo é um hábito que gera pensamentos positivos. Etimologicamente, otimismo é definido como a tendência a sempre ver o lado positivo das coisas. Um fato é certo: coisas ruins acontecem com todos nós, não importando se você é otimista ou pessimista.

O pessimista normalmente é dominado pela pressão. Fica paralisado diante dos problemas. Até quando tudo vai bem, o pessimista pode fazer previsões negativas de futuro – normalmente pode pensar: “está tudo correndo bem, mas ninguém sabe o que pode acontecer amanhã”. Até que é verdade, mas ninguém sabe o que pode te acontecer no futuro. Você pode ser assaltado, mas também é possível que você feche um ótimo negócio ou que apareça aquela oferta de emprego que você esperava ou que, ainda, apareça sua alma gêmea. Tudo pode acontecer, entretanto, o pessimista costuma prever sempre tragédias. Em dias de “sol de brigadeiro”, só consegue ver um dia cinzento e nublado.

Ser otimista não significa estar sempre feliz e em paz, nem acreditar que todas as coisas irão dar certo no final, mas quer dizer a maneira como alguém reage quando os problemas chegam. Otimistas não ignoram as situações ruins, mas sabem encará-las com a perspectiva da esperança, mesmo quando todo o mundo parece estar contra eles. Mais uma vez, são pessoas resilientes.

Pessoas otimistas têm uma inteligência emocional aguçada (já falamos deste tema por aqui). Um indivíduo emocionalmente inteligente é aquele que consegue trabalhar as suas emoções e também a dos outros com mais facilidade. Entre as características da inteligência emocional está a capacidade de controlar impulsos, canalizar emoções para situações adequadas, praticar a gratidão e motivar as pessoas ao seu redor, além de outras qualidades que possam ajudar a encorajar a si e outros indivíduos. Uma das grandes vantagens das pessoas com inteligência emocional é a capacidade de se automotivar e seguir em frente, mesmo diante de frustrações e desilusões que a vida nos impõe.

Para ser otimista, treine seu cérebro e seu corpo com hábitos simples. Primeiramente, pratique a meditação por 15 minutos diários. Faça 30 minutos de exercícios físicos e seja uma pessoa engajada, ou seja, se envolva em atividades que têm real significado para você, como a profissão, um hobby, esportes ou o voluntariado. Não importa o que seja, mas faça! A vida, infelizmente, não tem controle remoto, temos de levantar e mudar os nossos caminhos.

Faça uma boa semana.

O que achou deste artigo?
Fechar

Vida Saudável

Treinando o otimismo 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter