• 1
    Rita Niffinegger e Silva já leu ‘Cem Anos de Solidão’ mais de 15 vezes – uma delas em espanhol, mesmo sem falar o idioma
  • 100 anos de solidao
  • 2
    No nome. Banda campinense Francisco El Hombre escolheu uma das figuras do livro como identidade
  • 3
    Ilustração do artista argentino radicado no Brasil Carybé (1911-1997) para uma das edições nacionais de “Cem Anos de Solidão”
  • 4
    Ilustração do artista argentino radicado no Brasil Carybé (1911-1997) para uma das edições nacionais de “Cem Anos de Solidão”
  • 5
    Nepomuceno. "O livro nos ajuda a entender a vida, a maravilha e a miséria do ser humano”