Recuperar Senha
Fechar
Entrar

MÚSICA

‘Baculejo’ subvertido

Festival Meu Vizinho celebra música e poesia apresentando Sandra de Sá, Thiago Delegado, Aline Calixto, além de espetáculos circenses e teatrais.

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
gfwet
Sandra faz show com convidados em Belo Horizonte
PUBLICADO EM 06/10/17 - 16h20
“Baculejo” é uma expressão popularmente adotada para dizer da revista pessoal que um agente de segurança realiza em suspeitos. Bem, mas no dicionário particular de Sandra de Sá o significado é outro. Para a cantora, o “baculeju” (necessariamente com essa grafia) é sinônimo de reunião e festa, de uma bagunça musical e poética. E é essa a proposta que ela traz para Belo Horizonte neste sábado (7), quando participa do Festival Meu Vizinho. O evento, que é gratuito, conta também com apresentações de artistas como Thiago Delegado e Aline Calixto, além de espetáculos circenses e teatrais.
 
“Vou apresentar é o ‘Baculeju da de Sá’, não é?”, inquiriu Sandra logo no início da conversa. A dúvida tem sua explicação: acontece que a artista tem se empenhado em vários projetos paralelos. “Tenho feito muito o ‘Baile da de Sá’ e o ‘Lado B’ (CD lançado em 2016) também”, lembra ela. Além disso, se dedica a outros projetos, que prefere manter em segredo. “Ainda são projetos, nada de concreto”, explica.
 
A apresentação em BH, por sinal, ela classifica não como um “passo na carreira”, mas como uma reunião. É também a oportunidade que se dá a outros artistas de se apresentarem com ela – e também faz disso um momento seu de ouvir coisas novas. A opção por dividir o palco com outros artistas, diga-se, é algo que ela faz questão de frisar. “Não é um show só meu! É também dos meus convidados”, afirma enfática.
 
“Durante toda minha carreira, sempre foi assim, sempre procurei descobrir novos ritmos, novas palavras”, analisa a cantora que já passou pelo soul music, samba, MPB… Para ilustrar quão aberta permanece para novas experiências sonoras, lembra que, em novembro de 2016, se apresentou na cidade ao lado da Orquestra Opus. 
 
No caso do “Baculeju da de Sá”, vale dizer, a mistura é essencial. “É o show da mistura e não tem um estilo só…”, diz. O projeto, é verdade, já vinha sendo realizado no Rio de Janeiro há algum tempo. Mas, agora, ganha o Brasil. “São dois ou três shows de 20 minutos, quase um karaokê”, comenta. Na capital mineira, diz ela, vai ter de tudo. “Poesia, rap e também meus sucessos, aqueles antigos e os mais recentes”. 
 
Para Sandra, claro, não é difícil montar repertório. Por isso, ainda não sabe exatamente o que vai levar para o palco, mas é de se esperar que apareçam clássicos da música brasileira, como “Olhos Coloridos”, “Bye Bye Tristeza” e “Vale Tudo” – que a cantora costuma improvisar em versões mais, digamos, progressistas que a original.
 
 
Mais atrações
 
Além do “Baculeju da de Sá” (que fecha a programação), o Festival Meu Vizinho recebe shows de Ricardo Prates e sua banda Os Acadêmicos do Pequi Atômico, além de Thiago Delegado e a banda Delegas Samba Clube, que dividem palco com a sambista Aline Calixto. Há também atrações voltadas para o público infantil, como a apresentação dos grupos Trampulim e Giramundo. 
 
 
 
Sandra de Sá
No Festival Meu Vizinho, com Thiago Delegado e Aline Calixto
UniBH Estoril (av. Professor Mário Werneck, 1480, Buritis). Neste sábado (7), das 10h às 20h. Entrada gratuita.
 

O que achou deste artigo?
Fechar

MÚSICA

‘Baculejo’ subvertido
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter