Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Música

Uma homenagem a Joyce

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
BossaCucaNova
Bossacucanova irá revisar canções conhecidas, algumas delas ao lado de Elza Soares
PUBLICADO EM 19/09/13 - 16h36

Talvez nem o público brasileiro imagine, mas o sucesso da cantora e compositora Joyce Moreno ultrapassa as fronteiras tupiniquins. Basta uma busca rápida pelo Google para encontrar dezenas de sites que reverenciam a obra dessa carioca descoberta no fim da década de 60 e saudada por Vinicius de Moraes pela voz macia, letras autorais e som experimental consagrado em discos como “Feminina”, de 1980, um dos mais importantes da carreira da artista.

A mistura de MPB com toques de tropicalismo em canções como “Aldeia de Ogum” abriu um outro caminho – até então desconhecido - para Joyce: o da música eletrônica. Foi nos anos de 1990 que ela despontou nas pistas de dança londrinas, o suficiente para ser descoberta pela nova geração (a canção foi sampleada pelo grupo Black Eyed Peas em “Magic” e entrou na trilha sonora do filme “Legalmente Loira”, de 2001).
Para revisitar a música da cantora, acrescentando um toque contemporâneo à tradicional sonoridade do samba e da bossa nova, o projeto Compositores.Br reúne na próxima terça-feira (24), às 20h, Bossacucanova, Elza Soares e Rafael Martini Quarteto no palco do Grande Teatro do Sesc Palladium, centro do projeto “Compositores.BR”.

Rafael Martini e banda sobem ao palco na primeira parte dessa homenagem, seguidos por Bossacucanova, que irá dividir os vocais em “Mulheres do Brasil”, “Essa Mulher” e “Todos os Instrumentos” com a cantora Elza Soares.

Redescoberta

Canções como “Banana” e “Feminina” também farão parte do repertório, que teve ajuda da própria Joyce, como revelou ao Pampulha o baixista do Bossacucanova, Márcio Menescal. “Somos amigos, mas nunca tínhamos cantado músicas dela. A Joyce está sendo uma redescoberta pra gente. Essa assessoria que ela nos tem dado está sendo muito bacana”, afirma, acrescentando que o resultado está ficando “surpreendente”, garante.

Por isso mesmo, nos planos do grupo a música de Joyce não deve ser apenas uma participação especial. Menescal revela que pretende gravar alguma composição da cantora e dividir os vocais com ela.

“O som tem ficado tão legal que é impossível apresentar esse projeto e depois simplesmente descartá-lo. Pensamos, no futuro, em fazer um disco com a participação dela. A mistura de batidas eletrônicas atrai os jovens, que descobrem músicas que foram hit em outras épocas”, garante.

Compositores.BR
Bossacucanova, Elza Soares e Rafael Martini Quarteto homenageiam Joyce
Grande Teatro Sesc Palladium (r. Rio de Janeiro, 1.046, centro, 3214-5355). Nesta terça (24), às 20h. R$ 40 (plateia 1, inteira), R$ 30 (plateia 2, inteira) e R$ 20 (plateia 3, inteira).

O que achou deste artigo?
Fechar

Música

Uma homenagem a Joyce
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter