Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Kotor

‘Pérola’ cercada de beleza

Baía tem água azul-turquesa, cidadelas medievais e montanhas gigantescas com picos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Foto
Cidadela de Kotor é cercada por uma muralha
PUBLICADO EM 12/07/14 - 14h35

Assim que se atinge a baía de Kotor, o visitante fica hipnotizado pela paisagem. Os picos se elevam sobre a estreita costa verdejante. Kotor está dividida em quatro pequenas baías: Hercegnovisk, Risanski, Kotorski e Tivatski. Como um colar de pérolas, uma série de vilas e cidadelas medievais, como Kotor, Budva, Tivat, Herceg Novi e Perast, alinha-se ao longo delas.

A estrela da riviera montenegrina não são apenas as águas turquesa como as da Grécia, as prainhas de areia branca, as vilas encravadas em montanhas gigantescas ou os picos nevados como os encontrados na Suíça.

Cidadela

Os turistas que se dirigem a Kotor deparam com outra pérola do Adriático, além de Dubrovnik, a pitoresca cidadela medieval de Kotor, destruída em 1979 por um grande terremoto e reconstruída como era originalmente. Kotor é a cidade dos festivais em pleno ar-livre, com deslumbrantes praias e vibrante vida noturna.

Assim como a maioria das cidadelas medievais de Montenegro, Kotor é um labirinto de pedra com seus monumentos, igrejas, restaurantes e cafés charmosos que se espalham por ruelas estreitas. Os inúmeros restaurantes italianos denunciam o passado – a dominação veneziana.

Kotor é relativamente compacta. Fora da muralha, há um mercado com produtos locais e prainhas de águas claras com seus bares de madeira, cadeiras de praia e guarda-sóis. Quem quiser mais sofisticação pode ir à ilha de Sveti Stefan, transformada em um hotel de luxo e com gente famosa.

Festivais

No verão, a cidadela é extremamente agitada, com suas pistas de dança em vários estabelecimentos a céu aberto e ruelas apinhadas de gente, conta a guia Mirela, de origem italiana. Em julho e agosto, é a vez do Kotorart, concertos de música que tomam conta das ruas e teatros.

No final de agosto, ocorre a Noite de Lua da Baía, espécie de Carnaval de caráter competitivo em que os habitantes – hoje cerca de 15 mil, sendo que 800 deles moram dentro da muralha – se fantasiam e desfilam pela cidade velha. A guia Mirela frisa que é a melhor época para se visitar a baía de Kotor.


A temperatura varia de -20ºC (inverno)
a 25ºC (verão). A melhor época para
visitar o país é de maio a setembro

O que achou deste artigo?
Fechar

Kotor

‘Pérola’ cercada de beleza
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter